Frente parlamentar da Família se reúne com ministro da Justiça

Frente parlamentar da Família se reúne com ministro da Justiça

Atualizado: Segunda-feira, 28 Março de 2011 as 9:32

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, recebeu nesta quarta-feira (23/03), parlamentares da Frente da Família que pediram apoio para propostas de interesse do grupo. Sob o comando do senador Magno Malta, a reunião marcou a promessa de apoio da pasta às batalhas em defesa da família.

O deputado federal Marcelo Aguiar participou do encontro e cobrou medidas de combate ao uso do álcool. "Meu pai foi alcoólatra por 40 anos e sei bem o que isso pode causar às famílias. Acho importante combater o crack, mas o combate ao uso de álcool também é extremamente necessário”, lembrou.

O senador Magno Malta concordou com a importância da luta nessa área. “O problema do Brasil é o álcool, não a cocaína. No País do futebol, o técnico da seleção virar garoto-propaganda de bebida alcoólica é algo inconcebível”, afirmou. O grupo chegou a cogitar apresentar projeto proibindo atletas de fazer publicidade de bebida alcoólica.

Marcelo Aguiar falou da importância da família na recuperação dos dependentes de álcool. "Com um trabalho de recuperação em uma clinica muito simples, onde o principal remédio foi o amor e a palavra de Deus, hoje eu tenho mais do que um pai", revelou.

Para o ministro José Eduardo, “o alcoolismo é a porta de entrada de outras drogas e seu potencial destrutivo é alto, especialmente dentro das famílias”. O ministro defende que a Frente Parlamentar e o Ministério busquem soluções em conjunto. “A publicidade incentiva as crianças a beber, mas se não nos organizarmos para buscar soluções teremos problemas e poucos resultados”, reconheceu.

Ex-presidente da CPI da Pedofilia na Câmara Municipal de São Paulo, Marcelo Aguiar também elogiou a promessa de ajuda na luta contra a pedofilia, feita por José Eduardo durante o encontro. “Reconheço a importância de trabalharmos alinhados e pretendo debater cada um desses pontos com vocês. Acredito que poderemos fazer grandes trabalhos juntos", afirmou o ministro.

A Frente pediu, ainda, apoio para aprovar e implantar uma lei da deputada Lauriete sobre a legislação para interrupção de gravidez indesejada; e para a implantação de um programa de adoção de dependentes químicos por instituições religiosas e inclusão de matéria educativa sobre combate às drogas no currículo das escolas.

“Se o tem for ensinado nas escolas, a chance de alguém cair nas drogas será diminuída consideravelmente. A prevenção é a melhor saída para esse problema porque a educação é problema da família, mas a escola ensina”, explicou Magno Malta.

O próximo encontro da Frente com o Ministério tratará da campanha para o desarmamento e deve acontecer em 15 dias.

Por Alessandra Flach

veja também