Fruto 21: "É terrível viver na Canaã pós-moderna", diz pastor

Fruto 21: "É terrível viver na Canaã pós-moderna", diz pastor

Atualizado: Sábado, 9 Julho de 2011 as 12:23

A 5ª Convenção Nacional Fruto 21 começou. Neste sábado, 9 de julho, pela manhã foi feita a abertura oficial do evento da juventude promessista.

Após a apresentação do vídeo de abertura e da entrada da Bandeira Fruto 21, o pastor João Leonardo Júnior, diretor da Fumap - Federação das Uniões da Mocidade Adventista da Promessa - deu sua palavra para abertura da convenção.

O presidente da Igreja Adventista da Promessa, pastor José Lima de Farias Filho, também concedeu sua palavra de saudação em nome de toda a igreja. "Eu sei o que Deus fez na minha vida em cada uma das convenções que eu participei. Fiquem seguros de que tem pão e água de vocês para vocês".

Após o momento de louvor, dirigido pela banda da Rumap Noroeste Paulista, o pastor João Leonardo Júnior iniciou a mensagem com o tema Canaã é Aqui - Frutos da resistência e da unidade.

O pastor fez um link entre a chegada do povo de Israel em Canaã (Deuteronômio) e o profeta Samuel (I Samuel). "Infelizmente, na época dos juízes não havia mais uma só verdade em Israel, cada um fazia o que queria. Na época dos juízes a ‘nova geração’ fazia o que bem lhes parecia. Havia superficialidade na nova geração, havia muita coisa embaixo do tapete, não havia mais resistência, eles haviam baixado a guarda, haviam se distanciado de Deus".

"O povo de Israel havia sido introduzido em Canaã para conquistar toda a terra e para exercer grande influência na nova terra, mas infelizmente eles haviam tomado parte da terra e sido influenciados", relatou.

Leonardo Junior falou também sobre as palavras de Samuel em Mizpá, falando à ‘nova geração’. Trazendo para os dias atuais, o pastor relata as falas de Samuel: ‘A impressão que eu tenho é que vocês habitaram Canaã, mas não habitaram tanto assim; que vocês vieram influência a Canaã, mas não influenciaram tanto assim’.

"Será que a Geração Metanoia, geração que não canta ‘deixa a vida me levar’, mas fala que faz a diferença, conhece, de fato, a Canaã 2000?", indagou.

O presidente da Fumap continuou traduzindo para os nossos dias, as palavras do profeta Samuel que implorava para que a ‘nova geração’ não se deixassem seduzir pelas coisas de Canaã.

"É terrível viver na Canaã pós-moderna, mas o Senhor também tem nos escolhido. Assim como Ele falou à nova geração em Canaã, Ele fala com a nossa geração: ‘Eu tenho grande afeição por vocês, tenho grande amor por vocês, eu escolhi vocês! ... Não é por causa de vocês que as coisas vão acontecer na convenção, é por causa de mim, é por causa do meu amor por vocês’", disse o pastor.

"Quem poderá nos separar do amor de Deus? Quem poderá impedir a nossa frutificação?", perguntou o pastor, chamando a todos para uma oração pedindo para que Deus nos faça a geração influenciadora e frutificadora.

Por Juliana Simioni

veja também