“Fui iluminado por Deus”, diz homem que sobreviveu à queda na Serra do Rio do Rastro

“Fui iluminado por Deus”, diz homem que sobreviveu à queda

Atualizado: Terça-feira, 16 Outubro de 2012 as 4:12

 

A Serra do Rio do Rastro vai ser lembrada pra sempre por Gilson Luiz Delfino, de 49 anos, que sobreviveu a uma queda de 20 metros.

Internado no quarto 406 do setor 5 do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, no Sul de Santa Catarina, ele se recupera do que poderia ter sido o seu fim, já que foi resgatado oito horas depois de ter despencado.

Gilson conta que sempre teve vontade de ir até a ponta da Serra, e foi o que fez. “Fiz umas 10 fotos fora do mirante, encontrei duas pessoas, perguntei se o caminho estava tranquilo e disseram que em alguns pontos estava seco. Me afastei, continuei andando e caí em queda livre. Tentei me agarrar em árvores, mas não consegui. Foi muito rápido. Não deu para entender o que estava acontecendo. Só senti que estava caindo. Então apaguei e acordei quando já estava onde parei”, relata.

Quando acordou, no meio do mato, ele achou que fosse um sonho. “Estava lúcido, e quando vi minhas mãos com sangue, percebi que estava numa situação indelicada. Então fiquei quieto, tranquilo, e pedi a Deus que me protegesse e me tirasse de lá.”

Gilson parou, após a queda, em um local em que ficou à beira de outro vão em que poderia cair mais 700 metros.

 “Fui dotado de muita sorte e iluminado por Deus. Tenho créditos com Ele. Dia 6 de novembro vou completar 50 anos, mas no dia 6 de outubro, nasci de novo. A partir de agora farei aniversário duas vezes por ano”, comemora.

 

Com informações do Diário Catarinense

 

veja também