Geisy Arruda conta que foi apaixonada pelo filho de um pastor

Geisy Arruda conta que foi apaixonada pelo filho de um pastor

Atualizado: Terça-feira, 8 Fevereiro de 2011 as 10:05

Geisy Arruda foi manchete dos principais jornais do Brasil e do mundo, após ser expulsa da faculdade em que frequentava o curso de turismo, por ter ido às aulas trajando um vestidinho provocante rosa e ter sido hostilizada por seus colegas nos corredores da instituição.

Depois de ser “agredida” na faculdade e ter a cena filmada e colocada na internet, a mais nova querida dos tabloides conquistou um corpo recauchutado, estampou a capa de diversas revistas, posou nua, virou empresária (lançou uma marca popular de vestidos cor-de-rosa curtos) e participou de um reality show.

Mas afinal, o que realmente aconteceu naquela noite de 22 de outubro de 2009, na universidade Uniban?

Em “Geisy Arruda- Vestida para Causar“ o jornalista Fabiano Rampazzo conta toda a versão do antes e depois dos acontecimentos na Uniban e revela detalhes da vida da garota pobre do Grande ABC.

Na obra, Geisy relata detalhes íntimos de sua vida, como o primeiro beijo, a sua paixão pelo filho de um pastor até a sua traumática primeira experiência sexual com um MC de rap e suas aventuras sexuais com diversos parceiros.

Sobre a perda da sua virgindade aos 13 anos, com um sujeito bem mais velho de 30 anos e usuário de drogas. Geisy conta detalhes: “Fomos até a casa. Quando chegamos lá, havia champanhe e vinho. Fui com uma saia preta curtinha e uma blusinha de zíper. Mas depois disso ele me esnobou, não olhava mais para minha cara. Aí, para me vingar transei com um amigo dele”. “Sexo pra mim é desafio, de você querer o que é difícil, e não o que é fácil. Ao todo acho que já peguei uns cinco policiais. Nunca transei com dois caras ao mesmo tempo, mas gostaria”, dispara Geisy.

Espécie de guia para interessados em lidar com a fama instantânea, e virar uma “subcelebridade”, a obra traça um retrato picante da loira do vestidinho rosa.  

veja também