Geremias Couto: "Precisamos ajustar nossa sintonia com Deus"

Sintonia com Deus para os momentos de decisão

Atualizado: Segunda-feira, 18 Fevereiro de 2013 as 1:36

 

adoração
 
Compreendo que manter a nossa vida em sintonia com a vontade Deus não é algo simples, como se imagina, em meio a tantas vozes que ouvimos ao nosso redor. Se você não é diferente de mim, travamos uma batalha diária, procurando conformar-nos ao que Deus quer. 
 
É óbvio que a Escritura nos fornece princípios pelos quais viver e discernir a vontade de Deus. Mas, para usar um vocábulo em moda, eles delimitam a macrovisão sem entrar nos pormenores do dia a dia.
 
O que fazer quando temos diante de nós quatro ou cinco caminhos, mas só podemos tomar um deles? Como nos portarmos, quando nem caminho vemos à nossa frente? 
 
Que atitude tomar, quando está em jogo a própria sobrevivência? Como reagir, ao vermos que o tempo passa e as coisas não acontecem? Confesso, mais uma vez, que, para mim, é uma tarefa árdua e, às vezes, dolorosa.
 
Não tenho receita pronta para resolver essas questões. Esse é um aprendizado diário em nossa caminhada com Deus, que, em sua multiforme sabedoria, sempre nos surpreende, quando já estamos terminando de caminhar a segunda milha sem que vejamos a luz no fim do túnel. Tem sido assim comigo. Acho que aconteça de forma parecida com você.
 
Creio que, nessas horas, precisamos mais do que nunca ajustar a nossa sintonia com Deus, assim como se faz quando se busca o sinal de uma emissora através do rádio. 
 
É momento de muita contemplação, não à moda oriental, mas segundo o padrão bíblico, visto que naquele sistema é você se esvaziar de si, mas não ter o que colocar no lugar. 
 
Na visão bíblica, é esvaziar-nos de nós mesmos para que só Deus possa preencher esse espaço. Com isso, os princípios bíblicos afloram em nosso coração em toda a sua exuberância, desenvolvemos a capacidade de deixar que eles ocupem a nossa mente e conseguimos nos despojar das cargas do nosso ativismo inconsequente para nos concentrarmos naquilo que, de fato, Deus quer e espera de cada um de nós.
 
Isso produz paz e só com o coração em paz teremos condições de aprumar as velas e seguir na rota certa. Mas geralmente as coisas não acontecerão em segundos.
 
Talvez eu e você não tenhamos chegado, ainda, ao final da segunda milha, que é parte do processo e da própria vontade de Deus. Portanto, com paz de espírito, até que as "coisas" aconteçam, "tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças", Eclesiastes 9.10
 
 
por Geremias Couto
via Facebook
 

veja também