Goleiro Bruno se apega à Bíblia e a louvores evangélicos na penitenciária

Goleiro Bruno se apega à Bíblia e a louvores evangélicos

Atualizado: Segunda-feira, 2 Julho de 2012 as 2:19

Acusado de matar a modelo Eliza Samudio, o ex-goleiro Bruno já está preso há quase dois anos.

A rotina dentro da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem-MG, agora é servir café da manhã aos outros presos, além de treinar, ler a Bíblia e cantar hinos evangélicos.

“Ele acorda cedo, abre a cela e recebe um carrinho com o galão do café. Vai passando de cela em cela servindo o café nos copos dos presos”, conta a tia Ângela Maria Rosa Sales.

Bruno também faz faxina na cadeia e recebe mensalmente 75% do salário mínimo, R$ 466,50. 

Os reflexos no futebol são treinados nas duas horas diárias de sol a que tem direito. Mas ele não assiste a futebol na televisão e, segundo a tia, ele chora quando o Flamengo joga.

Convertido dentro da panitenciária, Bruno recorre à Bíblia Sagrada e aos louvores. “No domingo, na hora do almoço, ele faz uma oração e canta hinos de louvor. Isso distrai a cabeça dele, porque se não tiver Deus no coração, aí é que não tem jeito mesmo”, diz Ângela.

Apesar de todas as acusações contra o ex-goleiro, a tia e os demais familiares acreditam na inocência do atleta.

Leia também:

Conversão sem transformação

Assista à entrevista de Pregador Luo no 'Viver Com Fé', da GNT



com informaçoes do Extra

veja também