Governo paquistanês reforça segurança nos locais de culto

Governo paquistanês reforça segurança nos locais de culto

Atualizado: Quinta-feira, 10 Junho de 2010 as 12:02

A polícia e outras agências de execução da lei estão em grande alerta por conta de ameaça de terrorismo contra locais de adoração, institutos e áreas residenciais dos grupos minoritários nas cidades de Jhang, Sargodha, Faisalabad, Lahore e Sheikhupura. Afirma-se que alguns cristãos estão na "lista de alvos de ataque" de terroristas.

Essa informação foi revelada à ASSIST News Service (ANS) por fontes paquistanesas confiáveis, incluindo um líder cristão, na segunda-feira, dia 07 de junho.

Os grupos minoritários foram colocados na "lista de alvo de ataques" terroristas nessas cidades paquistanesas, portanto, as forças de segurança foram postas em alerta por toda a região.

O reverendo Kamran, um clérigo católico que atua em Sargodha, disse que recebeu uma carta ameaçadora supostamente enviada pelo grupo militante lei, Tehreek-e-Taliban Pakistan (conhecido por TTP), alguns dias após a Páscoa. Em seguida, ele entrou em contato com o vice-inspetor geral da divisão de Sargodha, que tem autoridade sobre as cidades.

De acordo com Kamram, a polícia assegurou total segurança a todos os cristãos da cidade de Sargodha.

Na entrevista, o reverendo elogiou o governo por reforçar a segurança e por tomar medidas rigorosas para enfrentar o terrorismo.

Por outro lado, a ANS descobriu que fontes da polícia de Punjab confirmaram que "os locais de adoração de todos os grupos religiosos minoritários estão na lista de ataque dos terroristas" e solicitaram que todos os cidadãos "mantenham suas identidades sempre consigo", porque os policiais checariam rigorosamente todas as entradas e saídas das cidades da província de Punjab.

O governo pediu aos líderes de todos os grupos religiosos minoritários para cooperarem completamente tanto com a polícia municipal quanto com a federal, assim como com o governo provinciano.

Tradução: Vanessa Portella/ Missão Portas Abertas

veja também