Gravado no Nordeste, filme conta a história de evangélica pobre

Gravado no Nordeste, filme conta a história de evangélica pobre

Atualizado: Sexta-feira, 2 Dezembro de 2011 as 10:25

Cícero Filho conseguiu com excelência tocar o coração de quem assistiu o filme Flor de Abril. Lançado na noite desta quinta-feira (1º/12) o drama demorou três anos para ser concluído e conta história da jovem Teresa, evangélica, pobre, moradora do interior do Maranhão, que se apaixona por Chico. Num desses encontros às escondidas, sua família descobre e os obriga a casarem.

A vida dela vira um inferno, o marido bebe bastante, é violento e a situação se complica quando ela engravida e dá luz à Miguelzinho. Chico também rouba as economias dela para beber, numa dessas situações seu filho adoece e morre.

Completamente desolada, e após ser agredida pelo marido, Teresa o mata e foge para Teresina. Lá ela conhece a dona de bordel que a leva para São Luiz e passa trabalhar como garota de programa.   O filme é um drama, mas enriquecido com muito humor, e de qualidade. O regionalismo, que é uma característica de Cícero, também está presente. A trilha sonora e edição são de primeira.

Com a trilha sonora instrumental assinada por Alfredo Werney, com a colaboração do produtor musical André Melo, tem participação de grandes intérpretes marcam presença na trilha, como Emanuel de Jesus, Fernanda Garcia, Nayra Lima e Soraya Castelo Branco.   Outro destaque é para a fotografia do longa, que é o modo como o cenário, bem como os atores, foram enquadrados na cena, além das paisagens. As imagens colhidas no Piauí, Maranhão e São Paulo são fantásticas. Do começo ao fim do filme é possível se sentir dentro dele.   Assista ao trailer:       Com informações do 180 graus

veja também