Grupo cristão gasta US$ 7 mil para protestar contra "Gay Day" na Disney

Grupo cristão gasta US$ 7 mil para protestar contra "Gay Day" na Disney

Atualizado: Segunda-feira, 6 Junho de 2011 as 1:10

Um grupo cristão decidiu inovar nos protestos contra o “Gay Day” [Dia Gay] promovido anualmente pela Disney World. Eles alugaram um avião para sobrevoar o parque levando uma mensagem de alerta para os visitantes.

A comemoração do  Orgulho Gay em Orlando, Flórida, dura uma semana e desde 1991 todos os participantes vão para a Disney World no sábado. Este ano os Gay Days ocorreram de 31 de maio a 6 de junho.

Estima-se que 160.000 pessoas estarão na região para a celebração. Por isso, a Associação de Famílias da Flórida anunciou o boicote e gastou 7.000 dólares para voar perto da Disney World durante dois dias, alertando os visitantes sobre a festa que é realizada no parque.

“A economia da região está melhorando por conta do número de pessoas que o  Gay Day atrai”, disse o presidente do evento, Chris Alexander-Manley. “Nosso pessoal se comporta melhor que a maioria das pessoas, qualquer um pode vir e testemunhar isso.”

Os organizadores do “Gay Day” dizem que a oposição à sua orientação sexual não vai mantê-los longe do parque. ”Eles realmente não têm ideia do que significa ser tolerante com as pessoas que são diferentes deles”, disse um dos organizadores.

O grupo cristão Associação de Famílias da Flórida afirma que milhares de pessoas entram no parque nesse dia sem saber, para em seguida irem embora quando veem casais do mesmo sexo se beijando, abraçando e apalpando uns aos outros .

Além disso, reclamam que os participantes usam camisetas que “promovem a homossexualidade” e se vestem de dragqueen, o que influenciaria as crianças presentes.

A Disney e os organizadores do evento negam as acusações.

veja também