Hagnos: 10 anos de reflexões, ensaios e boas histórias

Hagnos: 10 anos de reflexões, ensaios e boas histórias

Atualizado: Sexta-feira, 20 Maio de 2011 as 10:55

A Editora Hagnos começou no mercado com uma característica clara em mente: atuar de forma interdenominacional. Fundada em 2001, a editora tem ganhado destaque e crescido no mercado das editoras cristãs mantendo um leque de opções literárias muito mais abrangente que muitos de seus concorrentes.

Qualidade editorial, autores renomados, tanto nacionais quanto estrangeiros, transparência e responsabilidade social são alguns dos pilares que sustentam a estrutura formada pela Hagnos, uma editora familiar com visão empreendedora. Neste ano a “jovem” editora comemora 10 anos de existência despontando como uma das empresas que mais cresce no mercado editorial.

Em entrevista exclusiva ao GUIA-ME o atual editor da Hagnos, Juan Carlos Martinez, comenta sobre os festejos e projetos para os próximos anos. Leia:

Guia-me:  Como surgiu a editora Hagnos?

A Editora Hagnos foi fundada em janeiro de 2001, e nasceu a partir da aposta do casal Mauro e Marilene Terrengui e do desejo de trazer literatura de qualidade em conteúdo e no design para a igreja brasileira já que eles estão envolvidos em atividades pertinentes ao mercado editorial há muito, pelo qual nutrem verdadeira paixão.

Guia-me: Quais os principais objetivos da empresa?

Institucionalmente podemos falar em dois objetivos principais:

“Ser reconhecida como uma editora cristã líder no mercado editorial brasileiro e comprometida com seus valores.”; “Editar e distribuir literatura que comunique palavras de esperança, encorajamento e salvação de acordo com as Escrituras Sagradas, com alto padrão de qualidade editorial e gráfica, influenciando de forma significativa a sociedade.” Já a nível estratégico podemos destacar os seguintes objetivos para os próximos anos:

Trazer para o Brasil as maiores e melhores obras de conteúdo teológico equilibrado publicado no mundo. (para o selo Hagnos) e também buscar dentro e fora de nosso País as melhores obras de desenvolvimento pessoal, comportamento e infantil para os selos United Press e Vox Litteris.

Guia-me:  Quais foram os maiores desafios enfrentados durantes esses 10 anos?

Cremos que podemos destacar entre outros a crise econômica mundial que obrigou a Hagnos a fazer os ajustes necessários para manter a saúde e equilíbrio financeiro. Também o crescimento da própria Hagnos tem nos trazido desafios como o de uma melhor estruturação, melhor seleção de colaboradores e obras a serem publicadas.

Guia-me:  Quais são as dificuldades que uma editora cristã encontra no mercado atual?

Hoje têm aparecido muitas editoras novas e algumas sem padrões de ética que atrapalham o mercado por políticas de aquisição e vendas sem nenhuma ética e transparência.

A falta de profissionais preparados e que saibam lidar no cenário atual do mercado é uma grande dificuldade. Acompanhar as tendências de maneira adequada e dar a resposta de maneira ágil ainda é uma dificuldade das editoras cristãs.

Manter o equilíbrio entre a fé que se representa e os negócios é uma grande dificuldade e algumas se deixam levar e esquecem a fé que representam. Outra dificuldade é a de saber comunicar para o mercado não cristão o evangelho sem maquiar a Palavra de Deus, mas também deixando de ser rudes e mostrando por meio de escritos inteligentes e bem fundamentados.

Guia-me: A Hagnos acaba de anunciar uma parceria com a Sepal. Como aconteceu a parceria?

A ideia da parceria com a Sepal surgiu a partir de uma conversa com Josué Campanhã diretor de Sepal, na qual ele colocou para a Hagnos o desejo de publicar as ferramentas que os missionários criavam para o treinamento de lideres e consequentemente a capacitação das igrejas. A proposta veio totalmente de encontro à missão, visão e valores da Hagnos de ser reconhecida como uma editora que tem a preocupação de contribuir para o desenvolvimento e crescimento sadio das igrejas.  Assim, depois de pouco mais de um ano de conversações a parceria tomou forma neste ano para o qual já se projetam as primeiras ações conjuntas de publicações e treinamento.

  Guia-me:  Quais são as expectativas e resultados esperados da parceria com a Sepal?

Cremos que os resultados não serão imediatos e disso temos consciência, mas, esperamos até o fim de 2012 termos publicados pelo menos 9 títulos novos e inéditos dos missionários, reimpressos pelos menos 6 materiais e atingir diretamente pelo menos 100 igrejas e indiretamente mais de 2000 pessoas com treinamentos e capacitações via estes materiais.

Se falarmos do ponto de vista comercial acreditamos que um aumento de 10% no faturamento até 2012 e a abertura de novos mercados com a consolidação da marca Hagnos como referencia na produção de materiais para o treinamento e capacitação de líderes.   

Por Pollyanna Mattos

veja também