Harold Camping admite fracasso nas previsões do fim do mundo

Harold Camping admite fracasso nas previsões do fim do mundo

Atualizado: Quinta-feira, 3 Novembro de 2011 as 10:17

O reverendo americano Harold Camping, cujas previsões para o fum do mundo não se concretizaram em duas datas recentes, admitiu nesta terça-feira numa mensagem de áudio que pode ter se enganado e que o equívoco representa um constrangimento para sua rede religiosa, a Family Network.

   "Estou checando minhas anotações com mais cuidado do que nunca. Há uma outra linguagem na Bíblia, e temos que que analisá-la com muita atenção. Deveríamos ter muita paciência sobre esta questão. Ao menos de uma maneira mínima, estamos aprendendo a caminhar mais e com mais humildade perante Deus", diz Camping na gravação disponibilizada no site de sua entidade.

   Camping, no entanto, não pede desculpas por sua previsão fracassada, aponta o jornal americano "Washington Post". O religioso se desculpa apenas por ter dito que as pessoas que não acreditaram em suas previsões anteriores, no dia 21 de maio deste anos, não seriam salvas.

   De acordo com uma reportagem da emissora americana CNN, a organização de Camping recebeu cerca de US$ 80 milhões entre 2005 e 2009, e antes da previsão do fim do mundo para o dia 21 de maio, alguns de seus seguidores doaram todas as suas economias e bens como preparação para o fim do planeta.

    A segunda previsão de Camping era de que o mundo acabaria no dia 21 de outubro. Anteriormente, Camping havia dito que o dia do apocalipse seria em 21 de maio deste ano.

    Quando o dia acabou sem que isso se confirmasse, o religioso afirmou que o mundo todo, com exceção dos "eleitos", estaria sob julgamento divino até a data do chamado juízo final, em 21 de outubro.

   "Provavelmente ninguém sofrerá dor por sua rebelião contra Deus. Podemos ter cada vez mais certeza de que essas pessoas morrerão silenciosamente e isso será o fim da história", afirmou na ocasião.

    De acordo com um blog da revista "Forbes", Camping diz que ele consegue prever o fim dos tempos porque tem a capacidade de interpretar evidências numerológicas na Bíblia. Antes de errar em maio de 2011, ele já havia previsto que o mundo acabaria em 21 de maio de 1988 e 6 de setembro de 1964.

veja também