Hernandes Dias Lopes: "Morte na panela, uma ameaça à Igreja"

Morte na panela, uma ameaça à Igreja

Atualizado: Sexta-feira, 15 Março de 2013 as 9:21

 

panelaO veneno mata mais rápido do que a fome. Nos dias do profeta Eliseu, alguns de seus discípulos foram procurar comida e encontraram calocíntidas. Prepararam-nas e fizeram um ensopado. Quando estavam comendo, alguém gritou: "Morte na panela, ó homem de Deus". 
 
Hoje, há muita morte na panela. Há muitos púlpitos que destilam não a verdade do evangelho, mas o veneno de falsas doutrinas. 
 
Há muitos pregadores que pregam o que o povo gosta de ouvir, quando deveriam pregar a verdade.
 
Muitos templos religiosos têm se transformado em praça de negócio e muitos púlpitos em balcões de comércio. Muitos pregadores fazem do culto uma forma sedutora de se arrecadar dinheiro.
 
Precisamos repudiar essa postura. Precisamos denunciar a morte na panela. Precisamos nos voltar para a Palavra de Deus e pregar com fidelidade do evangelho de Cristo!
 
 
- Hernandes Dias Lopes
 

veja também