Hoje comemora-se 500 anos do nascimento de João Calvino

Hoje comemora-se 500 anos do nascimento de João Calvino

Atualizado: Sexta-feira, 10 Julho de 2009 as 12

Os lideres da Aliança Mundial das Igrejas Reformadas dizem que o aniversário de 500 anos do nascimento de João Calvino deve ser comemorado com um espírito de gratidão a Deus pela inspiração que as obras de Calvino deram a um movimento de pessoas comprometidas com uma vida de fidelidade a Deus em diferentes contextos, e porque seu legado continua a inspirar cristãos a serem fieis a Deus nos desafios do dia-a-dia.

"Os comentários de João Calvino continuam a ser relevantes nos dias de hoje. É por esse legado que devemos agradecer a Deus", afirmaram.

Nascido no dia 10 de julho de 1509, João Calvino é conhecido por sua profunda influência sobre as grandes personalidades religiosas e sobre movimentos inteiros. As ideias teológicas do século XVI também contribuíram para o crescimento do capitalismo, individualismo e democracia no Ocidente.

"Esperamos que, através desse legado, nós, que vivemos no século XXI, também possamos ser fieis a Deus em nosso compromisso com a unidade cristã, em confrontar o mal e a injustiça na sociedade e em cumprir tudo o que podemos para ser agentes de transformação, e fazer a diferença em nossas comunidades", disseram os líderes.

"Enquanto comemoramos os 500 anos de Calvino, que nossas ações e respostas à comunidade e ao mundo possam glorificar a Deus".

Mais de mil pessoas se reuniram no centro de Boston nessa semana para honrar o aniversário de João Calvino, como parte da comemoração pelos 500 anos da Reforma.

De acordo com uma reportagem, o evento, que aconteceu de 1 a 4 de julho, contou com a presença de legisladores, peritos em história e cidadãos.

A conferência enfatizou as implicações teológicas e práticas da Reforma e da influência de Calvino nas instituições da família, igreja e estado, assim como na propagação da cultura.

"A tocha da liberdade que queimava em 1776, foi acesa no século XVI, pelos esforços inovadores dos reformadores protestantes - dos quais Calvino era o líder. A liberdade religiosa deve muito a ele", disse Doug Phillips, presidente da Vision Forum Ministries.

"A liberdade civil e religiosa de que desfrutamos hoje na América vêm direto dos esforços de homens como Calvino, Martin Luther King e John Knox".

Apesar de o evento ter recebido diversos historiadores conhecidos, a missão principal era tornar as doutrinas da Reforma e a vida dos reformadores conhecidas a todos.

Para ler o editorial (em inglês) de Doug Philips sobre Calvino publicado no Washington Post, clique aqui.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também