Homem considerado 'morto' volta à vida e reconhece: “Sou como o leproso curado por Jesus”

Um ex-xerife de 68 anos teve um ataque cardíaco que o deixou 5 minutos sem respiração.

Fonte: Guiame, com informações do The Siskiyou Daily NewsAtualizado: segunda-feira, 14 de março de 2022 13:41
Michael Karges relata seu testemunho milagroso. (Foto: Reprodução / The Siskiyou Daily News)
Michael Karges relata seu testemunho milagroso. (Foto: Reprodução / The Siskiyou Daily News)

Michael Karges é um xerife aposentado desde 2017, quando sofreu um ataque do coração. Desde então, o homem de 68 anos tem passado por situações difíceis com sua saúde. A pior delas aconteceu em 08 de fevereiro, quando teve uma parada cardíaca e morreu.

O ex-xerife, da região de Hornbrook, na Califórnia, foi levado por um bombeiro ao Shasta Regional Medical Center em Redding, onde teve alta em 19 de fevereiro, após voltar à vida.

Em uma entrevista, Karges disse que agora está bem e tentando encontrar o bombeiro aposentado cuja ação rápida salvou sua vida. "Se alguém souber quem é esse bom samaritano, gostaria de agradecer", disse o homem.

Sem respirar

Às 7 horas da noite de uma terça-feira, Karges foi à Yreka Grocery Outlet com seu amigo Adam Brouillette.

De repente, ele sentiu como se sentiu mal. "Comecei a perder o equilíbrio e desmaiei."

Um bombeiro aposentado estava saindo da mesma loja, disse Brouillette. Ele o ajudou a pegar Karges, que não estava respirando e sem pulso, antes que ele caísse no chão.

O bombeiro aplicou as manobras de ressuscitação, mas Karges permaneceu sem resposta por cinco minutos – tempo suficiente para causar danos cerebrais permanentes ou morte, segundo o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA.

Após exames, Karges soube que um coágulo de sangue em sua perna se moveu até seus pulmões, impedindo sua respiração. Os cinco minutos de compressões torácicas provavelmente ajudaram a romper o coágulo de sangue nos pulmões de Karges. Assim, ele conseguiu respirar novamente, disseram os médicos.

Ao chegar no hospital, Karges fez o teste para Covid-19, que deu positivo. Ele foi transferido para a unidade de terapia intensiva.

Alta médica

Dez dias após ter dado entrada no hospital, em 19 de fevereiro, os médicos disseram que Karges estava "saudável demais" para continuar internado. “A equipe me tratava muito bem, mas fiquei feliz em escapar”, brinca.

Agora, Karges descansa em sua casa em Hornbrook, e está livre da Covid.

A equipe do hospital disse a ele que nunca ouviu falar de alguém que sobreviveu ao que ele passou, disse Karges. “Deus me permitiu sobreviver a essa provação. Acredito que foi um milagre."

‘O leproso que voltou’

Ele conta que “morrer” mudou seus planos futuros. "Vou construir melhores relacionamentos com minha família, filhos, netos e entes queridos."

Isso também mudou sua visão de vida. “Não pretendo ficar preso a assuntos triviais”, disse Karges. “Sinto-me como um leproso quando curado por Jesus; eram 10, mas apenas um voltou para agradecer a Jesus e dar o crédito a Deus. Quero ser como a pessoa que voltou para agradecer a Jesus por me curar e me manter seguro.”

Ele diz que seu único arrependimento é o de nunca ter conseguido o nome do bombeiro que manteve seu corpo em RCP por cinco preciosos minutos no chão do supermercado.

"Vou orar pela proteção e bênçãos de Deus para (ele) sempre", disse Karges.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições