Homem volta a enxergar após esposa obedecer direção de Deus e passar lama em seus olhos

Roy foi diagnosticado com retinite pigmentosa, doença hereditária que tirou a visão de sua mãe. Ele não estava mais trabalhando por não poder enxergar.

Fonte: Guiame, com informações de CBN NewsAtualizado: quarta-feira, 29 de dezembro de 2021 16:47
Roy Sasscer voltou a enxergar depois de um milagre. (Foto: Reprodução/Facebook Roy Sasscer)
Roy Sasscer voltou a enxergar depois de um milagre. (Foto: Reprodução/Facebook Roy Sasscer)

Roy Sasscer estava ficando cego. Sua esposa Melanie foi a primeira a perceber seu declínio de visão. “Ele costumava bater com a cabeça nos armários da cozinha e eu sabia que havia algum problema, mas ele vivia negando”, contou.

Mas a realidade apareceu de forma rápida e não tinha mais como negar. Roy sofreu um acidente em seu trabalho como mecânico de aviação. Seu supervisor exigiu que ele fosse a um médico. O diagnóstico foi devastador.

“Você tem um caso extremo de retinite pigmentosa”, o médico diagnosticou. Esse é o tipo de doença que leva à deterioração progressiva dos bastonetes da retina até a cegueira completa

Doença genética

Já fazia muito tempo que Roy temia essa doença genética incurável que havia tirado a visão de sua mãe. “O que acontece é que você começa a perder a visão periférica a ponto de ter visão em túnel”, explicou Roy. 

“Quando o túnel fica muito estreito, você começa a perder sua visão central também. E o prognóstico não era bom. Não há cura. Não há tratamento. Não há cirurgia mágica”, disse Melanie ao explicar que estava ciente de que não havia saída. 

A visão de Roy foi piorando até ele perder a capacidade de fazer até as coisas mais simples. “Eu não conseguia mais dirigir e estava perdendo minha visão tão rápido que tinha problemas com quase tudo na minha vida”, lembrou. O filho de Roy, Josh, lembra também que não podia mais jogar bola com o pai.

“Senhor, este é o meu destino?”

Enquanto a visão de Roy diminuía a cada dia, ele questionava a Deus: “Senhor, se este é o meu destino, se é com isso que devo lidar, apenas me mostre o que o Senhor quer que eu faça”. 

Roy não podia mais trabalhar, então voltou para a faculdade com planos de frequentar o seminário. Os membros da igreja davam carona para ele e todos oravam por um milagre.

Lynn, uma amiga da família, relembra: “Eu estava orando por cura. Eu simplesmente acredito que Deus faz milagres, e eu estava orando por um milagre na vida dele”, disse.

Então Roy completou: “Eu ainda estava muito fora de controle, mas sentia que Deus estava dizendo: 'Estou com você, estou no controle. Não se preocupe”, mencionou. 

Problemas emocionais

Como todos os problemas enfrentados na vida, existe uma pressão emocional que indica, muitas vezes, que é hora de pedir ajuda. 

“Tivemos que passar por um aconselhamento apenas para lidar com a questão emocional, para aprender a lidar com isso porque é uma perda”, disse a esposa que explicou que toda perda leva a um luto por algo que não se tem mais.

“Um dia, durante o devocional, recebi uma nova esperança. Eu estava orando sobre fazer uma viagem missionária à África. Acabei abrindo a Bíblia em João 9, onde diz que Jesus curou o cego”, citou.

“Jesus colocou lama em seus olhos e disse: 'Vá lavar-se no tanque de Siloé, e ele foi curado.' Enquanto eu lia essas palavras, Deus apenas falou comigo: Hoje, faça isso com Roy, e eu o curarei. Esta será a sua confirmação de que tenho um trabalho poderoso a fazer na África”, ela relatou.

Obedecendo a voz de Deus

Melanie não conseguia convencer Roy a deixá-la colocar lama em seus olhos. “Ele riu alto e disse: A questão não é a lama nos olhos. Estou tão cansado. Não podemos fazer isso amanhã?”, ela lembrou da resposta do marido assim que ela fez a proposta. 

Ela foi inflexível e, apesar de seus protestos iniciais, Roy acabou concordando. “Então peguei a terra e, quando Roy não estava olhando, cuspi. Não tínhamos piscina, então eu peguei um pouco de água da uma fonte e misturei. Oramos e eu sabia que Deus faria isso”, ela reforçou.

E quando Melanie enxaguou a lama dos olhos de Roy, ele disse: “Eu vi algo. Eu a vi e vi as coisas”. Sem acreditar, Melanie perguntou: “O que você vê de diferente? Vamos entrar, acho que algo está acontecendo”. 

Testemunho de Roy sobre o milagre

“Entramos e eu estava em êxtase. Eu podia ver duas paredes ao mesmo tempo. Eu podia ver ela e o teto. Eu via tudo. Estávamos rindo, chorando, gritando e dançando. Foi incrível”, ele revela.

Melanie disse: “Você foi curado. Deus fez um milagre. Ligamos para todo mundo, mas nem todos acreditavam. As pessoas oram e confiam em Deus, mas quando Ele responde, por que ficamos tão atordoados?”, refletiu.

“É simplesmente incrível. Eu adoro quando Deus faz algo realmente grande. Não pode ser negado. Ninguém pode negar esta cura”, disse Lynn, a amiga da família.

Na manhã seguinte, Roy compartilhou a notícia com seus filhos. “Meu filho Josh simplesmente não conseguia se controlar. Ele pulava e gritava: Papai pode dirigir! Papai pode dirigir!”.

Novos exames foram feitos para medir o campo de visão de Roy, depois daquele milagre, mostrando que ele realmente havia recuperado a visão. 

Seu pastor disse: “Olhe para Roy hoje. Ele pode jogar bola com o filho ou dirigir. Ele fez até o papel de mãe quando Melanie partiu para aquela viagem missionária à África. Aqui está esse cara que foi clinicamente diagnosticado com uma doença ocular incurável e agora, de repente, ele está apenas fazendo todas as coisas, como você e eu”, disse.

Ao longo do caminho para sua cura, Roy diz que descobriu o real chamado de sua vida. “Deus está dizendo: Eu quero que você seja um pastor. Eu quero que você toque na vida das pessoas”, revelou.

Hoje em dia, Roy diz que é apenas um cara comum com um Deus extraordinário. “Não há nada que Deus não possa fazer. Seja qual for o problema, não limite o poder de Deus”, concluiu.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições