Homens armados atacam vilarejo e matam cristãos na Nigéria

Homens armados atacam vilarejo e matam cristãos na Nigéria

Atualizado: Terça-feira, 10 Maio de 2011 as 8:56

Pelo menos 16 pessoas foram mortas no ataque a uma aldeia cristã no norte da Nigéria assolada pela violência étnica.

Homens armados não identificados atacaram o vilarejo agrícola no Estado de Bauchi, um dos estados mais atingidos pelos tumultos após as eleições no mês passado, matando 16 moradores e queimando 20 casas.

"Houve um ataque à aldeia Kurum por pistoleiros desconhecidos com 16 pessoas foram mortas e 20 casas queimadas", disse Amama Abakasanga, Bauchi comissário da polícia estadual, à AFP por telefone.

O ataque aconteceu em Borogo, área do governo local e ao longo da fronteira com a violência wracked estado do Planalto, cuja capital Jos tem sido um foco de agitação.

A polícia já está na área para evitar a propagação da violência pela região, conhecida por confrontos entre cristãos e agricultores muçulmanos.

Estado de Bauchi é predominantemente muçulmano, mas vizinhos Bogoro e distritos Tafawa Balewa são habitados principalmente por cristãos da tribo Sayawa. Os muçulmanos nômades de Fulani estão em minoria lá, mas as tensões étnicas e religiosas e animosidade entre os dois grupos mantiveram-se elevadas.

"Vamos identificar os agressores, mas o problema das pessoas na área é que elas não estão dispostas a viverem em paz", disse Abakasanga.

veja também