Homens metodistas se comprometem com a missão

Homens metodistas se comprometem com a missão

Atualizado: Quinta-feira, 30 Junho de 2011 as 2:17

“A marca do evento foi à ênfase na ação missionária.” Desta forma, a Bispa da Região Missionária do Nordeste, Remne, Marisa de Freitas Ferreira, definiu o 12º Congresso Nacional das Sociedades Metodistas de Homens. O encontro foi um marco para a Confederação, pois agregou também o 1º Congresso da América Latina e Caribe de Homens Metodistas.

Cerca de 350 pessoas participaram do Congresso em Porto Seguro, BA, entre os dias 22 e 26 de junho. Representantes do Uruguai e Chile estiveram presentes. O chileno Guilhermo Matias Guedes, de 49 anos, disse estar entusiasmado com o evento. “Que Deus possa confirmar por meio desse encontro o desejo de missão e trabalho no coração dos homens metodistas, pois eles precisam dar testemunho no trabalho e na vida cristã”, declarou.

Homens de todas as Regiões Eclesiásticas e Missionárias participaram do Congresso. "O grande milagre de Deus é o encontro. A igreja só sobrevive quando se encontra e consegue viver com o diferente”, diz Nelson Alves, 64, membro na Catedral Metodista em São Paulo. Ailton Siqueira, 55, Presidente da Sociedade de Homens da Igreja Metodista em Nilópolis, RJ, também se pronunciou. "É um prazer imenso ver homens metodistas reunidos em prol da missão".

O Congresso contou com palestras, plenárias administrativas norteando os trabalhos dos Homens no Brasil e com a eleição da nova diretoria da Confederação (*Veja a composição na página 9). “Tomamos decisões importantes e que certamente nos ajudarão na caminhada missionária”, diz o Presidente reeleito, Abdênego Eugênio.

Missão - A tônica do Congresso foi a parceria firmada entre a Confederação de Homens e a Região Missionária do Nordeste por um período de quatro anos. O objetivo principal é abrir uma Igreja Metodista em Porto Seguro, BA. A mais próxima da cidade está a quase 400 quilômetros de distância, em Vitória da Conquista, BA.

“Esse desafio não vai ser maior que a paixão dos metodistas em salvar vidas”, declara a Bispa Marisa. A demonstração desta verdade começou ainda no evento. Em uma das plenárias, que foi feita a proposta de abertura do campo missionário na cidade, vários congressistas se posicionaram. A proposta foi aceita e uma oferta foi levanta para o início dos trabalhos.

De acordo com o assessor financeiro da Confederação, Salvio Domingues, 13,5 mil reais já estão em caixa. Homens metodistas de várias partes do país se comprometeram também a enviar três mil reais por mês durante o primeiro ano de missão. Gualter Pupo, 70, do Rio de Janeiro, destaca que apenas em unidade é possível expandir o Reino de Deus. “Devemos permanecer assim, unidos, em prol da missão”, disse.

O presidente da Federação de Homens da 1ª Região, Marcus Vinícius, também reforça que a Igreja vai cresce tendo como base as ações conjuntas do povo metodista no BRasil. “Somos reconhecidos pela palavra que gera amor e unidade. A Federação vai assumir o compromisso durante os quatro anos nesse projeto nacional”, se compromete.

Jeremias Ignácio, 66, de Cascadura, RJ, declara que vai acompanhar o trabalho missionário em Porto Seguro. “Quero visitar em breve a mais nova comunidade metodista. Não sei se vamos vir de Kombi, mas ainda quero estar nesta igreja” afirma entusiasmado com o avanço da missão.

O historiador e pastor metodista, José Carlos Barbosa, acredita que é preciso relembrar o que os missionários fizeram quando chegaram ao Brasil. “Os metodistas foram a muitos lugares antes das igrejas e devemos continuar este trabalho”, disse. No Congresso, Barbosa lançou no evento o livro Adoro a sabedoria de Deus, em parceria com a Confederação. Toda a verba da edição dos 800 exemplares será destinada ao projeto em Porto Seguro.

Realização - O presidente da Confederação reeleito no congresso, Abdênego Eugênio, está satisfeito diante das conquistas. “O congresso atingiu plenamente seu objetivo. Realizamos um sonho e vamos continuar caminhando em prol da missão”, revela.

O desafio da Confederação agora é formar uma Federação de Homens na Remne. “Já estamos tomando as devidas providências em arcar com as despesas do encontro de homens no Nordeste onde será eleita a diretoria”, explica. Atualmente a Remne conta com 17 sociedades.

O Secretário Regional de Expansão Missionária da Remne, Dílson de Souza, 51, destaca a importância desse projeto para a região. “A implantação do metodismo em Porto Seguro veio em um ótimo momento e concretiza a expansão no sul e extremo sul. Agora vamos continuar este trabalho maravilhoso”.

Um casal metodista de Belo Horizonte, que mora em Porto Seguro há dois anos, se colocou a disposição para iniciar o trabalho. Denis Guimarães, 62, e Raquel Ferreira contam que se sentiam órfãos na cidade litorânea, mas, que, agora, estarão empenhados nesta nova missão.

“Temos bons relacionamentos aqui com os vizinhos, fizemos bons amigos. Esse projeto veio de encontro ao nosso anseio como metodista. A gente sente muita falta de uma igreja esclarecedora”, afirma o casal. De acordo com a Bispa Marisa de Freitas, a Remne dará todo o apoio necessário para o início do trabalho e já no início do ano que vem um clérigo será designado para assumir o trabalho em Porto Seguro.    

veja também