Hospital maranhense ganha sala de capelania

Hospital maranhense ganha sala de capelania

Atualizado: Quarta-feira, 10 Março de 2010 as 12

Autoridades civis, eclesiásticas, profissionais de medicina e da imprensa participaram, na manhã de ontem, da solenidade de inauguração de duas salas de observação, das novas recepções, de um salão de beleza e da capelania do hospital municipal, o Socorrão. Nas duas recepções foram recuperados os aparelhos de ar condicionado e instalados novos bancos visando oferecer um maior conforto para pacientes e seus familiares no primeiro atendimento.

A grande novidade, entretanto, foi a instalação de um salão de beleza com toda estrutura para atender, exclusivamente, os pacientes que recebem alta e desejam cortar o cabelo, fazer escovinha, arrumar e pintar as unhas, se pacientes mulheres; ou cortar o cabelo, aparar a barba, arrumar as unhas, se pacientes masculinos. Tal prestação de serviços tem como objetivo estimular a autoestima do paciente visando com isso acelerar o processo de recuperação.

O bem-estar emocional e espiritual do paciente, assim como de seus familiares também faz parte do processo de humanização do hospital municipal. Desta forma, o hospital municipal recebeu em suas dependências uma capelania, que se trata de uma capela ecumênica com símbolos religiosos como a Bíblia Sagrada e a cruz de Cristo. A sala com ar condicionado possui 20 lugares, um parlatório para o padre ou pastor ministrar suas pregações, com a inscrição ''Deus, o médico dos médicos''.

As duas salas de observação estão dotadas de camas confortáveis, onde os pacientes ficarão em observação de acordo com a recomendação médica. São salas amplas, com poltronas e televisor, para que os familiares possam fazer companhia a seus pacientes enquanto eles estiverem em processo de recuperação. Nestas salas e nas enfermarias, um pastor evangélico e um padre manterão contato com os pacientes, levando a eles uma palavra de encorajamento e conforto.

O salão de beleza conta com os serviços de duas profissionais da área, a manicura/pedicura Marta Maria dos Santos, sob a responsabilidade da cabeleireira Cídia Maria dos Santos, 39 anos, 25 deles dedicados à área de saúde. Contratada pelo hospital, Cídia Maria estava eufórica com a nova experiência. ''Foi uma ideia inovadora, pois eu nunca tinha visto isso por aqui, muito embora já ouvira falar que existia em algumas capitais'', comentou a cabeleireira.

Assumiram a capela ecumênica o padre Reginaldo Costa, da Paróquia da Vilinha e o pastor Abelardo da Silva Vieira, 43 anos, da Congregação Manancial da Vida, da Assembléia de Deus. De acordo com o pastor Abelardo, o médico trata do físico, ''nós cuidamos da alma e isso demonstra que o prefeito Sebastião Madeira se preocupa com seus munícipes em todos os aspectos'', disse o líder religioso, ressaltando que sua igreja tem uma vasta experiência trabalhando junto aos hospitais e presídios.

Assessor especial da Prefeitura, o pastor Luís Carlos Porto foi um dos maiores entusiastas da instalação da capelania no hospital municipal. O ex-vice-governador lembrou que as igrejas, por intermédio de seus membros, já tem a experiência de visitar doentes em hospitais e reclusos nas cadeias e presídios, levando-lhes o conhecimento da palavra de Deus. ''Desta forma, alguns órgãos, através de seus administradores estão nomeando pastores e padres visando prestar uma assistência espiritual a essas pessoas'', observou o Pastor Porto.

O diretor-geral do Hospital Municipal, médico Alysson Mota, ao iniciar uma série de pronunciamento, agradeceu o apoio do prefeito Sebastião Madeira e da secretária de Saúde, Conceição Madeira; os quais, segundo ele, têm trabalhado incansavelmente para que o hospital do Município seja o orgulho dos imperatrizenses. O pastor Adão Filho, da Assembleia de Deus elogiou a estrutura do hospital e afirmou que a instalação da capelania vai resgatar a autoestima do paciente ''e isso é importante para sua cura e conforto para seus familiares''.

A secretária Conceição Madeira lembrou que toda a estrutura inaugurada, tem como objetivo humanizar o atendimento no Hospital Municipal e no Hospital Infantil. Estamos inaugurando recepções e salão de beleza e a capelania, para que também possamos prestar um atendimento na área espiritual. A secretária aproveitou a oportunidade para fazer uma saudação ao corpo clínico do hospital, mas de maneira especial as servidoras pela passagem do Dia Internacional da Mulher.

''Isso é apenas o início das transformações que ainda vão ocorrer este ano nos hospitais do município''. Assim se pronunciou, inicialmente, o prefeito Sebastião Madeira destacando o esforço de sua administração, ''pois todos sabem da crise econômica que estamos passando'', disse Madeira, observando que parte da construção, bem como da instalação do salão de beleza, ''foi tudo feito na base da amizade, da parceria'', disse Madeira.

veja também