I Congresso de Avivamento Missionário lança desafios

I Congresso de Avivamento Missionário lança desafios

Atualizado: Terça-feira, 19 Outubro de 2010 as 1:28

O Ministério de Missões e Evangelismo da Igreja Metodista no estado do Rio de Janeiro (1ªRE) realizou nos dias 8 a 10 de outubro, na Escola de Missões, o I Congresso de Avivamento Missionário. Estiveram presentes cerca de 160 pessoas entre pastores dos 133 Campos Missionários Distritais, evangelistas, coordenadores de ministérios de evangelismos das igrejas locais e demais pessoas que trabalham ou querem trabalhar com missões. O evento contou com momentos de ministração e troca experiências entre os participantes.

O tema abordado foi O evangelho para cada pessoa, um grupo de discipulado em cada rua e uma igreja em cada bairro, vila, cidade. Durante a programação, o bispo Paulo Lockmann (1ªRE) ministrou sobre o tema Desafios da Missão. Os participantes também puderam escolher entre oficinas ministradas pelos pastores Selma Antunes, Ronan Boechat, Cléber Rosa França e César Silva.

“O encontro faz parte do projeto de missões e evangelismo da Igreja Metodista na 1ªRE, onde um dos objetivos é alcançarmos 1 milhão de vidas para Jesus”, explica o pastor Ronan Boechat de Amorim, coordenador do Ministério Regional de Missões e Evangelismo.

Segundo a coordenação do evento, hoje, há cerca de 700 leigos que estudaram e foram consagrados evangelistas por suas igrejas locais no estado do Rio de Janeiro. O congresso foi uma ótima oportunidade de o bispo reunir todos e estimulá-los no seu ministério, abrindo novas frentes missionárias. Assim, o encontro não se esgotou em si mesmo, mas ajudou no despertamento e visão missionária.

A pastora Selma Antunes, secretária-executiva regional de Expansão Missionária e também  responsável pela oficina Voluntariado em Missão, avaliou o encontro como um momento muito positivo e capaz de lançar grandes desafios. “Durante a oficina foi exibido vídeos sobre missões na África e na Amazônia. Percebi que os participantes ficaram muito emocionados e também animados com o que viram”, conta. “O importante nesse congresso foi conseguir mobilizar e despertar um maior comprometimento das pessoas na área de missão. Precisamos mostrar que cada um pode fazer a diferença”, completa. Outro objetivo do Ministério Regional de Missões e Evangelismo é alcançar localidades que a Igreja Metodista ainda não está presente. “Acredito que esse encontro animou e ajudou os coordenadores a terem um planejamento mais criativo que some no projeto missionário da Primeira Região”, disse pastor Ronan.  Além disso, o congresso conseguiu avivar a visão, paixão, envolvimento e práticas missionárias para o evangelismo.

Para que todos estes objetivos sejam alcançados, os organizadores do evento pretendem se reunir para fazer uma avaliação. “Nossa proposta é realizar anualmente um novo congresso”, explicou pastora Selma.

“Precisamos  que as igrejas locais, através de seus pastores e administração, dêem apoio aos Campos Missionários com orações, recursos humanos, recursos financeiros e equipamentos. Queremos que uma, duas ou mais igrejas se juntem para enviar missionários para os municípios fluminenses. Há lugares como Bom Jesus do Itabapoana, Laje do Muriaé, Natividade ou ainda bairros das cidades do Grande Rio que não têm ainda a presença Metodista”, lembra Boechat.

veja também