Igreja amanhece pichada com a frase 'louvem satanás', no Espírito Santo

O próprio pastor, que disse estar orando pelos vândalos, tratou de pintar novamente a parede da igreja.

fonte: Guiame, com informações do Gazeta Online

Atualizado: Sexta-feira, 24 Agosto de 2018 as 12:30

O pastor da igreja afirmou que não levará o caso à polícia. (Foto: Reprodução).
O pastor da igreja afirmou que não levará o caso à polícia. (Foto: Reprodução).

Uma igreja evangélica em Alegre, na Região do Caparaó (ES), se tornou alvo de vandalismo na última terça-feira (21). O prédio amanheceu pichado com uma mensagem que confrontou os cristãos: “Louvem satanás, ele faz menos barulho”.

Apesar do ocorrido, Clebes Inácio de Almeida, pastor da igreja, disse que não irá levar o caso à polícia e ainda ressaltou que está orando pelos vândalos que fizeram a pichação. “Analisamos que sempre vai haver pessoas que pensam diferente sobre a forma que celebramos o culto”, disse ele em entrevista ao Gazeta Online.

Clebes ainda acrescentou: “Vemos que quem fez isso precisa de Jesus e estamos orando por ele”.

O próprio pastor tratou de apagar a pichação e pintou a parede da Igreja Metodista Wesleyana. Ele observou que este foi o primeiro ato de vandalismo que a igreja sofreu.

“Jesus mandou amar aqueles que nos perseguem. Estou aqui há três anos e meio que esta foi a primeira vez que isso acontece”, afirmou.

Clebes explica que o ato foi uma afronta, mas pode trazer consequências. “ É um ato de desrespeito e cada ato tem consequências no futuro. Acredito que está com a consciência pesada”, finalizou.

Confira nota do G1:

veja também