Igreja apoia projeto social com música no Pará

Igreja apoia projeto social com música no Pará

Atualizado: Segunda-feira, 22 Fevereiro de 2010 as 12

Quando pensaram no projeto social Semeando Música, o pastor Magno e os professores de música Kelson e Gerson Couto tinham em mente um único objetivo: educar através da música. Mas, colocado em prática, o desejo foi além: a ação mudou o rumo da rotina e vida de 40 pessoas em Tomé-Açu (PA).

Gerson Couto, técnico em música, mudou-se para o munícipio há cinco meses com a meta de tocar o projeto e ensinar música. ''Como estamos no início, as dificuldades são muitas, principalmente porque estamos em um local afastado, sem patrocínio e com poucas condições. É um trabalho voluntário. Mas, apesar de todos os empecilhos, os resultados têm sido satisfatórios e recompensadores'', disse.

A chegada do Semeando Música no município mobilizou todo o local, diz o técnico em agropecuária Fernando Pinto, 26, aluno do projeto. ''Tem tudo para dar certo e crescer cada vez mais, porque há muita gente interessada e feliz com essa iniciativa. É um projeto grandioso. Tudo que aprendemos nas aulas tem acrescentado bastante em nossas vidas, e não somente em termos de conhecimento, mas reflete em outros setores também'', garante.

A iniciativa é uma parceria da igreja Assembleia de Deus com professores de música do Conservatório Carlos Gomes. Segundo o pastor Magno, as aulas são realizadas uma vez por semana, com duas turmas, em um espaço cedido pela igreja, até conseguirem construir um prédio onde irá funcionar a ONG do projeto.

''Toda a comunidade tem nos ajudado. Uns doam lanches, outros materias para os alunos usarem na aulas e assim vai. Ainda estamos sem patrocínio e nos empenhando como podemos. Toda a ajuda é bem vinda'', diz o pastor. ''Nosso maior desejo é montar uma banda oficial na cidade para tocar nos principais eventos do ano'', revelou.

O pastor Magno faz questão de enfatizar que o projeto é aberto a toda comunidade, e o único requisito para assistir as aulas é saber ler e escrever. ''Não temos restrições quanto a idade, sexo e nem religião'', afirma.

Para o professor de música Kelson Couto viver esta experiência é algo único. Tanto que pretende estender a atividade a outros municípios do Estado.

Além do projeto, a Assembleia de Deus também realiza, uma vez ao mês, arrecadação de alimentos para cestas básicas comunitárias que são distribuídas para as comunidades carentes do município. Os interessados em ajudar podem entrar em contato pelo telefone: (91) 8241-1383.

veja também