Igreja apresenta planos para futuro da Educação Adventista no Nordeste

Igreja apresenta planos para futuro da Educação Adventista no Nordeste

Atualizado: Terça-feira, 15 Fevereiro de 2011 as 10:03

Com um plano de marketing impactante e um apelo para a participação dos fiéis, a igreja Adventista do sétimo dia percorrerá o Nordeste para falar sobre os valores éticos e morais e também sobre o plano de crescimento do sistema de ensino para a região.

Em entrevista para o canal de vídeos do portal da União Nordeste Brasileira - sede da Igreja para este território -, o pastor Geovani Queiroz, presidente desta organização, falou sobre os planos e o futuro imediato da educação adventista.

O líder apresentou o projeto Embaixadores da Educação, que faz um apelo a todos os fiéis para assumirem o compromisso com a educação adventista. O principal meio para a transmissão desta mensagem é a Caravana da Educação, que consiste na realização de um congresso sobre a pedagogia adventista em cada um dos 360 congressos distritais. "Iremos percorrer cada distrito pastoral, em dois anos, apresentando esta ideia a todos os irmãos", disse o pastor Queiroz.

A caravana é ainda o principal meio de promoção do plano de expansão da rede no Nordeste. Até 2015, deverão ser construídos 10 novos colégios, modernos e referenciais na estrutura e na dinâmica de ensino. Além dos colégios, haverá a construção de um novo internato, o Iape (Instituto Adventista Pernambucano de Ensino), cujas obras estão em andamento.

A paixão pela educação adventista será disseminada pelo incentivo à leitura do livro Educação, uma das mais importantes obras sobre esta filosofia cristã de ensino. Escrito por Ellen White, a publicação recebeu um tratamento especial para a divulgação no Nordeste, com nova capa apresentando o projeto para a região e também um prefácio escrito por cada um dos presidentes das sedes administrativas na região. Segundo o pastor Queiroz, estão sendo impressos 100 mil exemplares do livro, que serão distribuídos para as famílias adventistas, e cada uma delas será incentivada a doar uma oferta mínima de R$ 10,00. O recurso servirá para a construção das escolas e também para projetos evangelísticos.

"Não estamos brincando de fazer escolas. Nosso objetivo é fazer mais salas de aula para preparar homens e mulheres não só para o mercado de trabalho, mas também para salvar pessoas para o reino de Deus", disse o líder para o Nordeste.

veja também