Igreja ortodoxa critica a constante perseguição religiosa no mundo

Igreja ortodoxa critica a constante perseguição religiosa no mundo

Atualizado: Terça-feira, 12 Julho de 2011 as 1:20

A igreja ortodoxa russa acredita que a comunidade global deveria criar mecanismos eficazes para a proteção e apoio do cristianismo, uma vez que a perseguição aos cristãos está acontecendo no mundo todo.

Segundo a Comissão de Conferências Episcopais da Comunidade Europeia, 75% de todas as perseguições religiosas no mundo são contra cristãos.

A situação é ainda mais difícil nos países do Oriente Médio. A Metropolitan Hilarion diz que uma igreja cristã foi incendiada na cidade de egípcia de Alexandria em 1 de janeiro de 2011. Em março, houve confrontos entre muçulmanos e cristãos em várias cidades do Egito, incluindo Cairo. Situações semelhantes ocorrem no Sudão, Afeganistão, Iraque e Paquistão. No entanto, não devemos culpar o islã pelo aumento da tensão, disse a Metropolitan Hilarion.

“O islã é uma religião pacífica e o alcorão prega o respeito pelas pessoas de outras religiões, em particular, os cristãos e os judeus. A perseguição que estamos testemunhando hoje não se origina de adeptos do Islã moderado, mas de grupos radicais que também influenciam outros muçulmanos.”

A comunidade política, que não pensa no sofrimento das pessoas comuns, pois busca seus próprios interesses e ambições, desempenha um papel em agitar ainda mais os conflitos. Um bom exemplo é a situação em Kosovo. A separação forçada da Sérvia desestabilizou a situação religiosa na região, disse a Metropolitan.

“Kosovo é uma terra sérvia e berço da ortodoxia sérvia. Com o tempo, como resultado de vários processos, os cristãos ortodoxos se tornaram minoria no país. Existem cidades que não têm cidadãos cristãos, porque eles foram forçados a deixar suas casas.

Existem milhares de refugiados no Kosovo. Em outros lugares, cristãos vivem sob cerco. Existem relatos de igrejas que estão cercadas por forças internacionais.

Em uma sessão no final de maio, a Igreja Ortodoxa Russa aprovou um documento que critica fortemente o crescimento da cristianofobia no mundo e no país. Cada caso de violência e perseguição de cristãos deve tornar-se um assunto para discussão internacional e até mesmo processos judiciais.

Tradução: Missão Portas Abertas

veja também