Igreja paga US$ 1,6 milhão em dívidas médicas de moradores: "Exemplo do amor de Deus"

O pastor da 'Access Church', na Flórida, afirmou que uma carta foi enviada às famílias para avisá-las que suas dívidas médicas foram quitadas.

fonte: Guiame, com informações do Christian Head Lines

Atualizado: Quarta-feira, 4 Dezembro de 2019 as 11:56

Pastor Jason Burns fala à igreja sobre a ação solidária de pagar as dívidas médicas dos moradores de Lakeland. (Foto: Access Church)
Pastor Jason Burns fala à igreja sobre a ação solidária de pagar as dívidas médicas dos moradores de Lakeland. (Foto: Access Church)

Uma igreja da Flórida pagou US$ 1,62 milhão em dívidas médicas pendentes para cerca de 1.300 moradores da cidade de Lakeland.

De acordo com a Associated Press, a Access Church está enviando cartas sobre o presente de Ação de Graças aos moradores. A carta notificará o morador de que sua dívida médica foi paga e incluirá a mensagem "A Access Church ama você".

Ryan Jordon, pastor executivo da Access Church, disse que um membro da congregação sugeriu a ideia no início do ano. A igreja usou a Oferta de Natal anual de 2018 para pagar as contas médicas. A cada ano, a oferta é usada para a comunidade.

"Às vezes é algo local com a nossa igreja, consertando telhados danificados por furacões ou consertando condicionadores de ar", disse o pastor Jason Burns. "Outras vezes, é para construir casas, orfanatos e igrejas nos países do Terceiro Mundo".

A 'Access Church' trabalhou com a RIP Medical Debt, uma organização sem fins lucrativos, para encontrar residentes qualificados para receber ajuda. As dívidas médicas vencidas eram devidas pelo morador da cidade de Lakeland com renda igual ou inferior a 50% da linha de pobreza federal, que é de cerca de 8.500 dólares anuais para um casal e 13.000 dólares anuais para uma família de quatro pessoas.

Havia mais de US$ 3 milhões a serem pagos em dívidas médicas.

"Fiquei absolutamente deslumbrado, deslumbrado", disse Jordan. "Todo mundo passa por momentos difíceis e os cuidados com a saúde são uma necessidade".

Por causa das leis federais de privacidade, Burns disse que a identidade dos moradores de Lakeland, ajudada pelos fundos, não foi divulgada.

"Acho que não dá certo, a menos que você dê sem amarras, sem esperar nada em troca", disse ele. "Então, por não sabermos quem são essas pessoas, não há amarras".

Jordan acrescentou: "Não esperamos que alguém nos pague de volta. Se alguém aparecesse e tentasse, não haveria ninguém que aceitasse".

Burns disse que espera que o ato seja um exemplo do amor de Deus.

"Quando entramos na temporada de festas, marcada e caracterizada pela generosidade, que coisa incrível seria para as famílias abrirem sua correspondência e saber que a dívida que as sobrecarrega se foi, porque a igreja estava procurando mostrar-lhes o amor de Deus de uma maneira prática". Burns disse.

veja também