"Igreja pode contribuir para o resgate dos valores morais" segundo pastor

"Igreja pode contribuir para o resgate dos valores morais" segundo pastor

Atualizado: Terça-feira, 19 Outubro de 2010 as 2:28

O resgate dos valores morais e cívicos constitui um dos desafios da Terceira República e a Igreja pode contribuir nesta matéria, afirmou hoje, terça-feira, o bispo da Igreja dos Primogênitos Evangélica Universal, Manuel Inocêncio de Sousa.

Em entrevista à Angop a propósito dos sistemas da Terceira República a luz da Constituição promulgada a 5 de Fevereiro do ano em curso, o líder religioso realçou que "na questão do resgate dos valores morais e cívicos todo mundo sabe que a Igreja é o fundamento e pilar desta sociedade".

Segundo o bispo a Igreja tem dado o seu melhor e por isso é que se vêem as congregações cheias de fiéis e os angolanos vão aderindo aos preceitos por si defendidos que visam a melhoria do nível de vida das populações.

"Foram muitos anos de guerra que Angola enfrentou e não é possível resgatar os valores morais e cívicos da noite para o dia e isso vai levar um tempo e para além do mais também tem de haver uma contribuição de toda a sociedade. é preciso melhorar as condições de vida da nossa população", referiu.

Segundo o bispo Manuel Inocêncio de Sousa, muita juventude e por vezes adultos enveredam por caminhos não abonatórios como a delinquência e a prostituição devido a situação económica e social que muitos atravessam.

Na ótica da fonte, esta questão carece de uma análise e estudo profundo e se devem traçar algumas linhas de acção para permitir que as igrejas possam trabalhar de forma a rapidamente  recuperarem os valores morais e cívicos.

"A cultura que atingiu algumas faixas da nossa população era de guerra, de matar e de ódio e é importante em qualquer parte do mundo resgatar os valores morais e cívicos e todos os religiosos e as igrejas têm trabalhado como parceiras do estado criando escolas, centros de treinamento, hospitais e formado activistas", referiu.

Ressaltou que "os ativistas formados nas igrejas têm trabalhado na área do resgate dos valores morais e cívicos com o intuito de se ter uma pátria sadia e educada onde estes princípios possam imperar com vista haver uma sociedade cheia de harmonia, paz, amor e fraternidade".

Refira-se que a carta magna promulgada a 5 de Fevereiro do ano em curso define os direitos e garantias dos cidadãos os quais tem como base para a sua execução o resgate dos valores morais e cívicos.

veja também