Igreja Presbiteriana Viva promove palestra sobre trânsito

Igreja Presbiteriana Viva promove palestra sobre trânsito

Atualizado: Segunda-feira, 18 Outubro de 2010 as 3:57

A GM (Guarda Municipal) realizou, no sábado, das 14 às 15h, uma palestra sobre prevenção de acidentes no trânsito, na Igreja Presbiteriana Viva, localizada no bairro Voldac. De acordo com o inspetor e gerente administrativo da GM, Valdo Gomes Rocha, responsável por administrar o evento, o objetivo é conscientizar os usuários de motocicletas sobre a importância dos procedimentos de pilotagem corretos e do uso de equipamentos de segurança obrigatórios.

- Estamos atendendo a uma solicitação do projeto "Moto e Paz, Doe Vida", formado por integrantes da igreja. Procurei dar ênfase à questão dos acidentes com motos, às suas causas e consequências e dados estatísticos de Volta Redonda, focando principalmente as motocicletas, além de o aumento no número de acidentes, entre outros pontos importantes - disse.

- Como a moto é um veículo ágil e barato, a frota aumenta a cada dia. Atualmente a cidade tem 103.115 veículos, sendo que 12.668 são motos. Sem vítimas, a média diária é de 12 ocorrências com veículos, em que oito são de motos - acrescentou.

Segundo Rocha, entre as principais causas dos acidentes se destacam a imprudência dos motoristas, como também a desobediência às normas de trânsito, precariedade das motos e falta de cumprimento das regras de circulação - a imprudência é o fator geral de tudo isso. 

De acordo com o comandante da GM, major Luiz Henrique Monteiro Barbosa, a corporação sempre é convocada para ministrar palestras sobre segurança no trânsito em diversos eventos.

- A GM é solicitada durante todo o ano para ministrar palestras sobre a educação no trânsito, por empresas, principalmente durante a realização das Sipas (Semanas Internas de Prevenção de Acidentes), bem como pelas escolas e comunidades do município - falou.

Segundo Rocha, só no ano passado foram atendidas mais de 11 empresas que solicitaram a presença da Guarda Municipal, para falar sobre prevenção de acidentes no trânsito.

- Este ano já temos mais de 15 solicitações de empresas, entre os meses de outubro e novembro. É muito importante para a comunidade esse tipo de trabalho social, que a GM presta gratuitamente junto à população. Nas palestras não ensinamos a dirigir ou conduzir o veículo, apenas damos noções de segurança aos condutores - disse.

Para o presbítero da igreja e presidente do grupo de motociclistas Tribo Asa de Águia (formado por integrantes da Igreja Maurício Calisto), devido à crescente preocupação com a quantidade de acidentes de motos e às imprudências no trânsito, surgiu um projeto para atender à população.

- Levamos a conscientização do perigo que é pilotar uma moto. Para reforçar esse trabalho, a igreja solicitou o apoio da GM - informou.  

veja também