Igreja realiza seu primeiro culto após tiroteio e centenas comparecem: "Escolhemos a vida"

O culto foi realizado ao ar livre e as abas da tenda tiveram que ser abertas para acomodar a multidão.

fonte: Guiame, com informações da CBN News

Atualizado: Segunda-feira, 13 Novembro de 2017 as 2:28

Este foi o maior encontro em 100 anos de história da igreja. (Foto: Reprodução).
Este foi o maior encontro em 100 anos de história da igreja. (Foto: Reprodução).

Centenas de pessoas se reuniram na pequena cidade de Sutherland Springs, Texas (EUA), para louvar a Deus diante do mal. Foi o primeiro culto dominical realizado uma semana depois que um homem armado abriu fogo na Primeira Igreja Batista, matando 26 pessoas.

O culto foi realizado ao ar livre sob uma tenda branca em um campo de beisebol e estava cheio de adoradores. As abas tiveram que ser abertas para acomodar a multidão. Entre os presentes estava a sogra do atirador, que é membro da igreja.

O senador John Cornyn falou durante o culto. Ele disse que as vidas foram mortas porque a escuridão havia atingido o coração de um homem. "A dor de perder 26 membros é esmagadora", disse ele. "Muitas vidas foram mudadas para sempre. Não consigo imaginar o que essas pessoas estão passando desde então".

O pastor Frank Pomeroy, cuja filha de 14 anos, Annabelle, foi morta no ataque, recebeu uma ovação de pé. "Ao invés de escolher a escuridão, escolhemos a vida. Temos a liberdade de escolher, e ao invés de escolher a escuridão como aquele homem fez naquele dia, eu digo que escolhemos a vida. Amém?", ele exclamou. "Aqueles 26 que não estão mais conosco estão dançando em Sua presença hoje".

Maior encontro

Mark Collins, ex-pastor da igreja, disse que foi o maior encontro em 100 anos de história da igreja. Mais tarde, a congregação abriu o edifício da igreja pela primeira vez desde o tiroteio. No interior, o edifício foi transformado em um memorial. Suas paredes, chão e púlpito foram pintados de branco. As coisas que foram quebradas foram substituídas, e nenhum buraco de bala foi visto. Os bancos, o tapete e todo o equipamento foram removidos.

Apenas 26 cadeiras brancas preenchiam o espaço, cada uma com uma rosa vermelha amarrada, exceto uma que era rosa para o bebê que foi morto. Os cultos no próximo domingo devem ocorrer nos terrenos da igreja, mas não no prédio. A congregação terá que decidir se deve demolir a estrutura. São discutidos planos para a construção de um novo edifício. A igreja alcançou a família do atirador e está orando por eles. "Nossos corações e orações vão para a família dele", finalizou Collins.

veja também