Igreja Verbo da Vida em Santos comemorou 10 anos de inauguração

Igreja Verbo da Vida em Santos comemorou 10 anos de inauguração

Atualizado: Terça-feira, 15 Fevereiro de 2011 as 10

Lembranças de um começo. Três dias com alegria, homenagens e comemorações. Assim a Igreja Evangélica Verbo da Vida em Santos-SP, liderada pelo Pr. Luiz Fernando Kucharuk e sua esposa Sueli, celebrou 10 anos de inauguração. Contando com a presença de três preletores que marcaram a história da IEVV na cidade: Pr. Emílio Claudiano, líder da igreja em Campinas-SP, Pr. Janduí Araújo, líder da igreja em Pinheiros-SP e Sâmia Rocha, professora do Rhema Brasil. Mais de 100 pessoas compareceram à festividade.

SEXTA-FEIRA O culto foi iniciado com o casal Edson e Rosane Rocha lendo uma poesia que contava a história de como a igreja nasceu em Santos. O casal ainda fez analogia com a passagem bíblica da multiplicação de pães e peixes.“10 anos se passaram desde que Jesus, na sua graça e no seu amor, nos deu os seus dois peixinhos: Luiz Fernando e Sueli. E ainda foram acrescentados os 5 pães: Marilele, Wladimir, Reis, Gisele e Rose (irmãos que auxiliam na obra desde seu início) (...)Então, vamos continuar a repartir? Vamos avançar mais e mais!”, declarou o casal. Após a abertura, o louvor ficou por conta de dois músicos: Fernando Xavier, e Lucas Covelli, músicos da igreja em Campinas. Após, os irmãos Wladimir Dantas, Vaílson dos Reis e Marilene Dantas foram homenageados pela colaboração e perseverança juntamente com a liderança local, desde o início da obra na cidade. O Pr. Emílio Claudiano foi o preletor da noite. Ele falou sobre a necessidade de sermos parceiros de Deus, e para isso temos que deixar nossas vontades para fazer a dEle. “Deus tem desejado parceiros, cooperadores, que confiem nEle, que acreditem nEle, que não param no meio do caminho, que confiam que será do jeito que Ele falou. (...) É você que deve dominar sua vontade e o controle da sua mente”, disse ele.

SÁBADO A abertura do segundo dia de festa ficou por conta do casal Luciano e Ana Lúcia dos Santos, que fizeram uma breve retrospectiva do último culto e da história da igreja. O louvor da noite ficou com os músicos da casa levando todos a se alegrarem e engrandecerem o nome do Senhor. O Pr. Janduí de Araújo iniciou a pregação cantando um trecho da música “Deus é tão bom” e disse: “A bondade de Deus é glória derramada em ações, em sonhos, em projetos, em realizações. E essa igreja é realização de Deus”. Ele testemunhou o que Deus fez em sua família com a promessa até o nascimento de sua pequena filha Gabriela. “Durante 20 anos alimentamos a promessa que tínhamos recebido. Então quando eu digo que Deus é bom é porque eu estou plenamente convicto. (...) O aumento do Senhor vem quando você está convicto do que Ele pode fazer”, declarou. Explanando sobre a adoração, o Pr. Janduí disse que descobriu em Davi que Deus não está buscando adoração. Porque alguém que tem 24h de adoração perfeita nos céus, não está procurando adoração. Citando o exemplo da Samaritana declarou que “Deus não está procurando adoração, está procurando adoradores, procurando pessoas que sejam gratas a Ele e que vivam essa verdade”. Em seguida, o irmão Roberto Faria, músico da igreja em Cumbica, foi homenageado. Ele durante alguns anos veio de Guarulhos para Santos, com um grupo da mesma igreja para auxiliar o louvor local, no início. O grupo descia a serra todo domingo para fazer o louvor e ajudar alguns irmãos que estavam aprendendo a tocar. O irmão Faria foi honrado em nome de todos os que investiram no louvor da IEVV santista.

DOMINGO Após o período de louvor dirigido pelos irmãos Luciano dos Santos e Edson Rocha, a irmã Elisângela de Andrade foi homenageada em agradecimento ao seu empenho desde o início da obra na cidade. Em seguida, foi exibido um vídeo em que o Ap. Bud e Jan Wrigth, presidentes e fundadores do Ministério Verbo da Vida, Guto Emery, diretor executivo do MVV e Manoel Dias, coordenação doutrinária, entre outros membros do Ministério Verbo da Vida deixaram uma mensagem de encorajamento para a nova etapa e parabenizando a todos pelos 10 anos da congregação da Baixada Santista. Seguindo, Sâmia Rocha iniciou a sua preleção dizendo que não comemoramos o aniversário da igreja como uma coisa religiosa. “Nós vemos isso como uma bandeira de vitória. São 10 anos que o diabo não conseguiu parar essa obra... estamos aqui celebrando dez anos de vitória”, disse ela. Baseando-se em Atos 26.19 e 20, Sâmia disse que “não andamos sem uma visão. Deus revelou sua vontade ou a visão para a vida de Paulo. A Bíblia diz que todos que recebem uma visão da parte de Deus devem fazer conhecida essa visão”. Ela firmou ainda que para caminhar nós precisamos de uma visão. “Porque quando você sabe o que é uma visão e o que essa visão traz você não abre mão dela para sua vida. Uma visão, na maioria das vezes não pode ser vista, mas percebida no seu espírito. Quantas vezes Deus falou com você? O que você está fazendo com a visão que Deus tem lhe confiado? Com as revelações que Deus tem lhe dado? Quantas desculpas você está dando para não entrar naquilo que você sabe que Deus quer você entre?”, exortou Sâmia. O culto foi encerrado com muita alegria, pessoas foram curadas e incentivadas a avançar em Deus nessa nova etapa. E todos desfrutaram de um momento de comunhão desfrutando de um maravilhoso bolo em a primeira de muitas décadas do Verbo da Vida em Santos.

DEPOIMENTOS  “A minha expectativa para esse novo ciclo na IEVV em Santos é de vivermos uma novidade de vida, o melhor de Deus neste tempo, vendo todas as promessas que o Senhor fez para nós se cumprindo. É verdade que muitas já se cumpriram porque Deus é fiel, mas as coisas que ainda estão para acontecer, vamos ver agora acontecendo nas nossas vidas, em nome de Jesus.” Ana Lúcia dos Santos (Integrante da Comissão Organizadora do Evento). “Para mim foi uma alegria muito grande porque eu estive no inicio de tudo isso, no ano 2000. E vi como era um grupo pequeno, como Deus aumentou e como Deus tem feito. E ver pessoas que ainda estão desde aquele início, sendo fiéis, se correspondendo com o casal de pastores da igreja, estando em fidelidade com Deus, e vendo o aumento que Deus tem dado isso traz alegria para o meu coração e me dá convicção de que é obra de Deus e que as coisas vão crescer muito mais”.  

veja também