Igrejas abrem oportunidades para jovens em situação de risco

Igrejas abrem oportunidades para jovens em situação de risco

Atualizado: Quarta-feira, 20 Outubro de 2010 as 7:21

Preocupados com a falta de oportunidades no mercado de trabalho para jovens o Conselho Ecumênico Cristão da Guatemala inaugurou, no final de semana, curso de computação, que será ministrado aos sábados nos próximos três meses na Igreja Episcopal San Pedro e San Pablo, nesta capital.

Dos 10 milhões de guatemaltecos, 70% têm menos de 30 anos de idade, vítimas, a maioria, da exclusão social, sem acesso à educação e ao emprego, por causa das baixas condições de escolaridade.

O quadro leva jovens muito cedo ao crime e ao tráfico de drogas. "Cremos que esta situação da juventude tem relação com a falta de oportunidades e de uma política real do Estado que lhes dê educação e inserção trabalhista digna", afirmou o secretário geral do Conselho, reverendo Vitalino Similox.

A constatação leva as igrejas a revisarem o seu papel, pois, além da responsabilidade do governo, todos precisam contribuir para a preservação dos valores humanos e sociais, "para que a juventude tenha parâmetros e referenciais", explicou Similox.

O curso é um projeto piloto que procura dar oportunidade para a juventude em risco da colônia Primeiro de Julio, a fim de que adquiram novos conhecimentos, não somente técnicos, pois se trata de aprender a usar e consertar computadores, mas também para ressaltar valores éticos, cristãos e humanos.

Por Mayra Rodríguez

veja também