Igrejas reagem a decisão de Obama em não defender medida

Igrejas reagem a decisão de Obama em não defender medida

Atualizado: Quinta-feira, 3 Março de 2011 as 10:53

O Pastor Anthony Evans, líder da Igreja National Black Church Initiative, disse que Barack Obama, “tem violado a fé cristã”, por não apoiar o ensino de Cristo sobre o matrimônio, que é formado por um homem e uma mulher.

  Se o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama pensa que os evangélicos não iriam reagir por ele não cumprir a lei da “defesa do casamento” está errado, porque cerca de 34 000 Igreja Evangélica, retiraram o seu apoio a Obama, se ele decidir abster-se de não proibir “casamento gay” em disputas legais.

  As Igrejas Evangélicas negras e afroamericanas, esta criticando com extrema dureza o presidente Barack Obama, por sua decisão de deixar de defender a lei federal que impede o reconhecimento de matrimonio entre homossexuais em todo os Estados Unidos, por essa razão devem repensar o seu grandioso apoio a Obama.

  O Pastor Anthony Evans, líder da Igreja National Black Church Initiative, disse que Barack Obama, “tem violado a fé cristã”, por não apoiar o ensino de Cristo sobre o matrimônio, que é formado por um homem e uma mulher.

As Igrejas Evangélicas afroamericanas devem ver as mudanças de atitudes do presidente norteamericano, e assegurar que “as igrejas negras deveriam reconsiderar o seu enorme apoio” a Obama.

O Departamento de Jusitça anunciou, que Obama, não irá defender a constitucionalidade da norma federal conhecida como Lei do Casamento (Defese Of Marriage Act) no tribunal onde esta sendo impugnada.

Jay Carney, secretário da Casa Blanca, disse que Obama, segue lutando com seu ponto de vista pessoal sobre o matrimonio, mas a muito tempo tem manifestado contrario a esse lei federal por ser considerada desnecessária e injusta.

veja também