Impacto ambiental e interior

Impacto ambiental e interior

Atualizado: Terça-feira, 5 Julho de 2011 as 12:30

Isaías 60:18: Nunca mais se ouvirá de violência na tua terra, de desolação ou ruínas, nos teus limites; mas aos teus muros chamarás Salvação, e às tuas portas, Louvor.

Violência e sinal de degradação do ser humano, enquanto a existência de ruínas e sinal de degradação social. Uma se alimenta da outra, mas tudo começa com a degradação interior

O ser humano tem a capacidade de destruir a si mesmo e levar tudo o que esta ao seu redor para o mesmo buraco. Onde se estabelecem, as pessoas produzem alguma ocorrência degradante. Destroem-se reputações, amizades, árvores, atmosfera, esperanças,sorrisos, vidas, boas intenções e tudo o mais.

Nossas megalópoles tem sérios problemas com o tratamento e o armazenamento do lixo produzido por seus cidadãos. Sem falar do lixo existencial que se acumula na alma, nas clinicas de aborto, nas encruzilhadas, nas favelas, nos palácios, nos cortiços, nos motéis, debaixo das pontes e na cracolândia.

Há de se considerar também que o nosso coração e uma fonte multifacetada, pois e capaz de criar a alegria e a tristeza, a cura e a doença, o amor e o ódio, o alimento e a fome, o bisturi e a pexeira.

Esta fonte, sem duvida alguma, e uma das nossas invenções mais sofisticadas.

Seria ótimo se de nosso interior procederem apenas virtudes, Algo que, segundo Isaías, acontecera durante o período mágico de 1000 anos do Reino de Cristo a ser estabelecido na Terra.

Haverá o conhecimento do mal, mas não a sua pratica.

Ubirajara Crespo  é pastor, escritor, conferencista, editor e diretor da Editora Naós.

Visite o Blog sob Nova Direção -  http://sob-nova-direcao.blogspot.com/

veja também