Importância da família para ex-detento é destacada em Igreja Batista

Importância da família para ex-detento é destacada em Igreja Batista

Atualizado: Quarta-feira, 22 Dezembro de 2010 as 9:24

A importância da família na reintegração do ex-detento foi tema de uma palestra proferida nesta segunda-feira (20.12), às 19h30, em Guarantã do Norte (MT), pelo Promotor de Justiça Guilherme Ignácio de Oliveira. O evento foi promovido pelo Conselho da Comunidade e reuniu várias pessoas no salão da 1ª Igreja Batista de Guarantã.

Durante a palestra, o promotor de Justiça deixou claro que a atuação do Ministério Público não se resume ao processo de condenação. “O compromisso social do MP vai além da condenação daquele que praticou um crime. Atuamos antes da ocorrência do delito, buscando uma sociedade com condições desfavoráveis à propagação da criminalidade, mas, também, atuamos após a condenação criminal, fiscalizando para que os direitos do reeducando, que não foram atingidos pela sentença criminal, sejam respeitados”, afirmou.

Segundo ele, o Ministério Público, em parceria com o Judiciário, vem desenvolvendo um trabalho com os membros do Conselho da Comunidade com o intuito de estimular uma atuação mais eficaz. “Temos realizado sucessivas reuniões para que o conselho se torne independente e possa desenvolver ações que atendam aos interesses da sociedade”, disse.

Para o Promotor de Justiça, a organização do evento para discutir a reintegração do ex-detento é uma demonstração de que o conselho está realmente preocupado em dar respostas à sociedade, procurando trazer ao debate personagens desse quadro social que são os ex-detentos e familiares daqueles que se encontram presos.

Em Guarantã do Norte, conforme o representante do MPE, não existe cadeia pública. Os presos provisórios são encaminhados para Peixoto de Azevedo e, após a condenação, são transferidos para a penitenciária de Sinop. “Em média, cerca de 70% dos presos provisórios da cadeia de Peixoto são de Guarantã do Norte”, informou.

veja também