Invasores armados com facão matam família de reverendo nigeriano

Invasores armados com facão matam família de reverendo nigeriano

Atualizado: Segunda-feira, 19 Julho de 2010 as 11:13

Invasores armados com facões mataram a família de um reverendo nigeriano e atearam fogo à sua igreja na região central do Estado de Plateau, neste sábado, perto de onde centenas de pessoas morreram vítimas de violência religiosa este ano.

Moradores da região disseram que atacantes desconhecidos mataram a família do reverendo Nuhu Dawat no vilarejo rural de Mazah, cerca de 12 quilômetros da capital de Jos. Eles mataram a esposa do religioso, duas crianças e um neto.

Dawat correu e se escondeu no momento do ataque e foi o único sobrevivente do massacre em sua casa. "Eu deixo tudo a cargo do julgamento de Deus", disse o líder religioso à Reuters.

Pelo menos quatro outras pessoas também foram mortas no ataque, disse um porta-voz militar. Uma testemunha da Reuters disse que muitos corpos foram golpeados com o que parecem ser facões e um outro foi queimado.

Autoridades militares e patrulhas policiais controlaram a situação e a violência não atingiu outros vilarejos, disse o comissário de polícia do Estado de Plateau, Gregory Anyating.

"Estamos tentando desvendar as causas da violência", disse Anyating. "Não decretamos toque de recolher novamente."

O governo do Estado de Plateau retirou o toque de recolher em Jos e outros vilarejos adjacentes em maio. A medida foi adotada pela primeira vez em novembro de 2008, durante um surto de violência pós-eleição em Jos, mas foi estendido até janeiro por conta dos confrontos entre cristãos e mulçumanos.

veja também