Irmã de Ayrton Senna conta voz sobrenatural a fez apoiar carreira do filho da Fórmula 1

Evangélica, Mãe de Bruno Senna fala sobre o filho

Atualizado: Terça-feira, 13 Março de 2012 as 10:05

Responsável pelo Instituto Ayrton Senna - projeto idealizado pelo piloto - Viviane Senna concedeu entrevista ao programa Esporte Espetacular na Rede Globo.  Evangélica e frequentadora da igreja Presbiteriana, Viviane tomou para si a missão de ajudar de diversas formas a educação das crianças brasileiras – um antigo desejo do tricampeão. Em quase 18 anos de atuação, mais de 13 milhões de crianças, de 25 estados do Brasil, já foram beneficiadas. O IAS atua junto a centenas de instituições, auxiliando, por exemplo, na capacitação de professores, para potencializar o aprendizado das jovens em idade escolar. Um trabalho marcado por uma característica da família Senna.

A mãe do recente contratado da Williams, Bruno Senna, comenta durante a entrevista sobre a carreira do filho.  Nunca imaginei que o Bruno quisesse ser piloto. Para mim, era mais uma brincadeira, uma coisa de criança, adolescente. Ele foi muito respeitoso em esperar até os 18 anos para me falar isso, mas eu tomei um susto, fiquei paralisada. Me passou todo o filme na cabeça... 'Enrolei' o Bruno durante quase três anos, até que um dia, sozinha num quarto de hotel durante uma viagem de negócios, uma voz me disse: "você está atrapalhando o seu filho". Logo eu, que trabalho para que as pessoas sejam elas mesmas, que sei que é uma crueldade não deixar que elas desenvolvam sua própria natureza. Não tinha o direito de fazer isso com meu próprio filho. A partir dali, demos todo apoio para ele – comenta, sem conter as lágrimas.

 

veja também