IURD em Camarões: milhares de vidas salvas

IURD em Camarões: milhares de vidas salvas

Atualizado: Segunda-feira, 11 Julho de 2011 as 11:01

O trabalho da Igreja Universal tem ganhado destaque em vários países. O comprometimento em ganhar almas para Jesus pode ser notado através das milhares de igrejas que são erguidas frequentemente. Além do gigantesco trabalho evangelístico, a IURD tem consciência da importância dos seus projetos voluntários. Onde existe um templo, há diversas obras sociais. Um ótimo exemplo é a igreja em Camarões, na África. Milhares de camaroneses comemoram suas conquistas, diariamente, por meio da fé.

A Igreja Universal no país conta com o grupo de evangelização, que realiza um sério trabalho em meio às comunidades carentes, hospitais, clínicas e casas de apoio aos idosos e dependentes químicos visando levar amparo social e espiritual a todos. Recentemente, o grupo visitou o Hospital CEBEC do bairro de Bonaberi, em Douala, capital econômica do país. Além de determinar a cura dos enfermos, pela fé, voluntários também distribuíram água potável e produtos de higiene para os pacientes .

O grupo Força Jovem também é ativo na região e tem desenvolvido diversas atividades com o objetivo de mostrar a juventude local que é possível ter diversão e alegria sem a necessidade de uso de drogas ou outros meios prejudiciais à saúde. Um dos exemplos dessas atividades foram as competições realizadas no bairro Bonaberi, onde os meninos jogaram futebol e as meninas apostaram corrida.

A Escola Bíblica Infanto-Juvenil (EBI) do país também não fica atrás. Além das educadoras ensinarem às crianças a Palavra de Deus de forma didática, elas também promovem visitas a Orfanatos, levando carinho e presentes para os abandonados. Ela venceu através da IURD

Um exemplo da importância dos trabalhos feitos pela IURD no país é a vida de Margarita Hauptle, que foi abandonada pela mãe quando ainda era criança. Ela vivia nas ruas. “Aos 14 anos comecei a trabalhar em clubes e mergulhei em álcool, drogas e prostituição”.

A jovem conta que ganhou muito dinheiro com a prostituição, mas era uma pessoa completamente vazia. “O que eu ganhava não preenchia o vazio que existia em meu interior, porque eu sabia o que as pessoas queriam de mim. Eu tinha um sonho de começar uma família”, afirma.

Devido a todo o sofrimento, ela chegou a tentar o suicídio.  “Tentei me matar várias vezes, mas eu não conseguia.

Até que conheci o meu marido e engravidei, mas, no quinto mês de gestação, eu perdi minha filha, meu marido foi preso e eu comecei a perder tudo o que eu tinha: carro, dinheiro e quase perdi meu apartamento”, recorda.

A vida dela começou a mudar quando conheceu a Igreja Universal. “Um amigo me falou das orações que havia feito toda sexta-feira. Eu decidi então participar. Hoje, minha vida está completamente mudada, meu marido foi liberto da prisão e nós somos uma família abençoada”, conclui.  

veja também