IURD inaugura templo no sul da Itália

IURD inaugura templo no sul da Itália

Atualizado: Sexta-feira, 3 Junho de 2011 as 9:31

A província de Siracusa está localizada no sul da Itália. Foi neste lugar que aconteceu a inauguração do mais novo Centro de Ajuda da Igreja Universal do Reino de Deus, em uma data especial que jamais será esquecida. Trata-se do dia 29 de maio, que ficou marcado também pelas muitas vidas tocadas pelo poder de Deus.

O antigo cinema Mignon, um dos primeiros edifícios de cimento da cidade, situado numa das principais ruas de Siracusa – onde no passado os siracusanos se refugiavam das bombas durante a II Guerra Mundial –, é agora um refúgio espiritual, lugar onde o aflito e sobrecarregado podem encontrar o refrigério de Deus através das orações que serão efetuadas ali diariamente.

O orador Wagner Simões, responsável pelo trabalho na Itália, após várias orações em favor da saúde, família e libertação das forças negativas, ungiu o novo Centro de Ajuda e explicou a importância de se ter um pacto com Deus.

Esta inauguração em Sicilia abre agora mais portas, para que toda a ilha possa conhecer o Senhor Jesus e, consequentemente, viver uma vida plena e abundante como prometida na Palavra de Deus.

Curada de psoríase

Manuela Santos (foto ao lado) teve psoríase, um problema de saúde que para os médicos não há cura. “Eu tinha uma doença que provocava lesões da cabeça aos pés, e coçava muito. Passei noites sem dormir e meu corpo todo coçava a ponto de acabar provocando feridas e sangue”, conta.

“Cheguei a odiar o meu corpo! As pessoas olhavam para mim e sentiam nojo. E muitos não se aproximavam por medo de contrair a doença. Essa dor durou cerca de cinco anos. E mesmo me consultando com vários médicos e recebendo vários medicamentos, nada solucionava”, recorda.

Mas, quando Manuela decidiu fazer as correntes de saúde, deu um ponto final nesse sofrimento. Com muita perseverança, fé e determinação, ela conseguiu se libertar daquele mal, considerado incurável pelos médicos. “Lutei durante cinco anos, e agora estou livre da doença e das cicatrizes”, comemora.

veja também