IURD promove ação pela vida

IURD promove ação pela vida

Atualizado: Quinta-feira, 28 Outubro de 2010 as 8:31

O Projeto Se Liga 16, do grupo Força Jovem Brasil da cidade de Guarulhos, em São Paulo, em parceria com a Associação de Medula Óssea (AME) realizou uma campanha de cadastramento de doadores de medula óssea no último dia 23.

A promoção proporcionou aos participantes palestras sobre a doação, permitindo que muitos tirassem suas dúvidas a respeito do tema. Ao todo, 1.420 cadastramentos foram feitos, num total de 2,7 mil pessoas presentes.

Esta iniciativa da Igreja Universal do Reino de Deus foi promovida com a finalidade de salvar a vida de uma jovem, integrante do grupo Força Jovem Brasil, que necessita de transplante.

A medula óssea é um tecido líquido e gelatinoso presente no interior dos ossos. Ela também é conhecida como ‘tutano’. Neste tecido são produzidos os componentes do sangue como as hemácias, os leucócitos e as plaquetas. Por isso, quando o paciente tem suas células sanguíneas afetadas, como alguns tipos de leucemia, por exemplo, o transplante de medula é necessário. No entanto, para que isso ocorra, é preciso que haja uma compatibilidade entre o doador e o paciente. Quando o doador não pode ser alguém da família, a solução, em muitos casos, é a busca por registros de doadores voluntários.

Para realizar a doação, é necessário que a pessoa tenha idade entre 18 e 55 anos e esteja saudável. Quem deseja se cadastrar, basta procurar o hemocentro da cidade mais próxima ou procurar um representante do Projeto Se Liga 16 para mais informações.

Doação de sangue em Belém Na capital paraense, o dia 23 de outubro foi marcado pela doação de sangue dos voluntários do grupo Força Jovem, através do Projeto Dose mais Forte, na Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa).

Estiveram presentes na campanha os grupos Força Jovem da Catedral de Belém e dos bairros Agulha, Parklândia, São Braz e Telégrafo.

O Idealizador do Projeto Dose mais Forte, Jefferson Mendes e o Pastor Wellington Mariano Silva, responsável pelo Força Jovem do Pará, foram os organizadores do evento. Cerca de 50 integrantes realizaram a doação.

O Hemopa ofereceu palestras sobre o assunto para que todos pudessem entender melhor sobre o ato de doar, além disso, agradeceu ao grupo pela atitude e pelo incentivo dos jovens: "Agradecemos a iniciativa do Força Jovem da Igreja Universal que veio à Fundação para a realização de doação de sangue, mostrando a importância desse ato voluntário e espontâneo. Esse gesto é muito importante, pois demonstra solidariedade, respeito e qualidade de vida", disse Edileide Pinto, assistente social da instituição.

A estudante, Iane Souza da Cruz (foto ao lado), de 18 anos, colaborou com a campanha e diz que é “difícil encontrar pessoas que doem o sangue por uma causa. Para a jovem, são esses “heróis modernos e anônimos que realmente fazem a diferença”. Ela ainda ressalta que milhares de jovens, assim como ela, já “deram o sangue”, literalmente, para salvar muitas pessoas que nunca conheceram. Além disso, Iane enfatiza: “Quando você mexe com sangue, você mexe com a vida. E nada é mais sagrado do que lidar com a vida. Quando eu faço a doação, estou doando esperança para o futuro de alguém.”

Já a irmã gêmea de Iane, Iana Souza Ribeiro da Cruz é um prazer colaborar com a campanha. “Se cada cidadão saudável doasse sangue pelo menos duas vezes por ano não seriam necessárias campanhas emergenciais para coletas de reposição de estoques. Acredito também que o número de pessoas que morrem por falta de sangue nos hemocentros poderia ser reduzido se todos ajudassem. Por isso, sou doadora voluntária e isso faz com que eu me sinta bem. Porque a satisfação de salvar vidas é a maior recompensa. Doar Sangue é paixão, atitude e respeito pela vida! Quem doa sangue, doa vida”, finaliza  

veja também