IURD promove campanha contra o crack

IURD promove campanha contra o crack

Atualizado: Quarta-feira, 9 Junho de 2010 as 9:49

O crack, substância composta pela mistura de cocaína em pó, bicarbonato de sódio e água destilada, tem sido muito consumido por grande parte da população brasileira. De acordo com dados apresentados no último mês de maio pela Frente Parlamentar Mista de Combate ao Crack, na Câmara dos Deputados, mais de 1 milhão de pessoas usam a droga no Brasil e a maioria começa a fumar aos 13 anos de idade. A droga exerce efeito sobre o sistema nervoso central e cardíaco, provocando a dependência do usuário e, em alguns casos, até a morte.

O grupo Força Jovem, da Igreja Universal do Reino de Deus, promoveu, recentemente, nos estados da Bahia e do Ceará, várias mobilizações de combate ao uso do crack.

Na Bahia, voluntários realizaram palestras em diversas escolas, explicando acerca dos males que a droga ocasiona, e apresentaram depoimentos de ex-dependentes que conseguiram se libertar do vício por meio da fé. O Ginásio Municipal da cidade de Lauro de Freitas também foi palco de outro evento no estado, a Copa Evangélica, que reuniu mais de 3 mil pessoas. Durante o encontro, grupos de dança, teatro e música, formados por jovens da IURD, mostraram que é possível se divertir sem o uso de drogas.

Com uma bala alojada na coluna, José Roberto Santana Reis, de 35 anos (foto à esquerda), estava no local e animava a torcida com batuques e cantos. Além de dependente químico, Reis foi comandante do tráfico do bairro de Itapuã, em Salvador, por 17 anos. Ao reagir a uma abordagem policial, ele foi atingido no abdome e a bala se alojou na coluna. "Os médicos disseram que eu iria ficar paraplégico, mas graças à intercessão da minha mãe, que já frequentava a IURD, Deus fez um milagre e hoje, além de liberto do vício, não tenho sequela nenhuma", afirma. Para ele é um prazer participar dos projetos do Força Jovem, pois é a oportunidade que tem de combater as drogas e ajudar a libertar aqueles que se encontram escravizados pelos vícios.

No Ceará, mais de 6 mil pessoas participaram da caminhada contra o crack que saiu da Avenida Leste Oeste, em Fortaleza, e seguiu até o Polo de Lazer da Barra do Ceará. Com o apoio do Governo do estado, a manifestação, chamada "Ceará pede paz. Crack tire essa pedra do seu caminho", contou com a participação de ex- usuários de drogas, que encabeçavam a caminhada segurando cartazes e balões ao som de um trio elétrico.

Durante o trajeto, o pastor responsável pelo Força Jovem Ceará, Nivaldo Júnior, fez questão de ressaltar que só por meio da fé em Jesus é possível alcançar a libertação dos vícios. "O mal tem destruído muitas famílias e a droga é a porta de entrada dele. Mas, milhares de jovens conseguiram se livrar dos vícios, inclusive do crack, buscando a Deus na IURD", afirmou.

O estudante, Diego Caminha, de 17 anos, confirmou com seu testemunho as palavras do pastor. Ele contou que aos 12 anos começou a usar maconha e cocaína. Aos 15, resolveu experimentar o crack e não conseguiu mais parar de usar: "Eu me tornei viciado no crack, e por 2 anos vivi grandes transtornos familiares. Cheguei ao ponto de ter uma overdose ."

Hoje, Diego é membro do Força Jovem e ajuda aqueles que chegam a Igreja na mesma situação que ele se encontrava. "Eu comecei a participar das atividades na IURD e graças a Deus estou completamente liberto e integrado à sociedade", finalizou.

veja também