Jabes Alencar fala sobre a diversidade dos preletores do Avivamento Total

Jabes Alencar fala sobre a diversidade dos preletores do Avivamento Total

Atualizado: Terça-feira, 28 Outubro de 2008 as 12

Por Myrian Rosário

Reunir num mesmo evento preletores com estilos e posições teológicas distintas como Silas Malafaia, Renê Terra Nova, Jorge Linhares e Sérgio Lopes foi uma "ousadia santa" do Pr. Jabes Alencar ao organizar o VI Congresso Internacional Avivamento Total, encerrado no último sábado, dia 25 de outubro, na Igreja Assembléia de Deus do Bom Retiro, em São Paulo. "Essa é a minha visão: se a gente vai morar junto no céu um dia, tem que começar a viver junto agora", raciocinou Jabes.

O presidente do CIMEB - Conselho Interdenominacional dos Ministros Evangélicos do Brasil - destaca que o congresso, embora seja realizado na Assembléia de Deus, não é do ministério e sim aberto a todas as denominações. "Esse congresso é aberto para ouvir as várias correntes teológicas. Claro que não permitimos heresias, mas essa diversidade entre os preletores é proposital", disse Jabes Alencar.

Ainda segundo Jabes, "a grande base para o avivamento no Brasil é a unidade. Ainda falta um pouquinho, falta caírem as barreiras denominacionais". Ele lembra que o Salmo 133 diz que aonde há união ali o Senhor ordena a sua bênção e a vida para sempre. "Deus não tem interesse em mandar avivamento para uma denominação, mas para toda a sua igreja", conclui.

Foto: Getúlio Camargo

veja também