Jean Wyllys, deputado gay, ataca líderes evangélicos na mídia internacional

"As mãos de Malafaia estão cobertas de sangue" diz deputado

Atualizado: Segunda-feira, 30 Janeiro de 2012 as 8:44

Primeiro deputado federal abertamente homossexual do país, Jean Wyllys (Psol-RJ) recebeu destaque do jornal britânico "The Guardian", que fez extensa matéria sobre o trabalho do parlamentar na Câmara. De acordo com a publicação, o liberalismo aparente do Brasil esconde uma guerra de intolerância religiosa contra os homossexuais semelhante àquela que acontece nos Estados Unidos. 
Malafaia
Na entrevista, Wyllys disse que se sentia um "Dom Quixote" da política em sua tentativa de ampliar os direitos LGBT num país homofóbico e atacou o pastor Silas Malafaia. "As mãos de Malafaia e de outros pastores estão cobertas de sangue, o sangue dos homossexuais que morrem no Brasil vítimas de homofobia". 
Ataque às neo-pentecostais
O deputado federal também atribuiu às igrejas neo-pentecostais de demonizarem os homossexuais no país. "Essas igrejas estão avançando nos corações e mentes das pessoas. Por muito tempo, elas cresceram de forma silenciosa, mas agora perceberam a força política que têm". 

veja também