Jesus não foge do que achamos perigoso

Jesus não foge do que achamos perigoso

Atualizado: Segunda-feira, 4 Novembro de 2013 as 7

Jesus
 
 
 
Era necessário passar pela Samaria.
João 4
 
 
 
 
 
Havia uma intolerância étnica grave entre samaritanos e judeus, um podia enfrentar hostilidade ao atravessar o território do outro, portanto, qualquer pessoa diria que era perigoso atravessar aquela região, mas Jesus entendeu que era necessário.
 
E é assim que se dá em nossas vidas frequentemente, aquilo que Jesus entende ser necessário tratar em nós, geralmente pensamos ser perigoso.
 
Fugimos dos dilemas interiores, dos confrontos interpessoais, das atitudes que precedem mudança, dos clamores de nossa consciência, como o “diabo foge da cruz”, ou como os discípulos de Jesus fugiriam de Samaria.
 
Mas Jesus não foge do que achamos perigoso, ao contrário chama de necessário e nos convida a não fugirmos também das questões perigosas de nossa existência, que nos aguardam esperando tratamento necessário.
 
 
- Alexandre Robles
 

veja também