"Jesus te ama, meu irmão", diz vítima de assassino antes de morrer

"Jesus te ama, meu irmão", diz vítima de assassino antes de morrer

Atualizado: Quarta-feira, 6 Janeiro de 2010 as 12

"Quais são suas últimas palavras?" - indagou o sujeito na motocicleta. "Jesus te ama, meu irmão". Instante após pronunciar esta frase, João Marcelo Cardoso Dias, 27 anos, conhecido pelo apelido de Xexéu, foi executado em frente a uma igreja evangélica no bairro Portal Caiobá, em Campo Grande. Morreu atingido por três tiros, dois no rosto e um no peito. O executor era um homem que chegou em uma motocicleta Honda Today velha, de cor vermelha, e fugiu sem ser reconhecido por ninguém.

João Marcelo participava de um culto na Igreja da rua Gaia, no Portal Caoibá. Eram 22 horas do sábado, faltava pouco para a reunião religiosa terminar. Quem conta o ocorrido é Eliane Dias Gomes, 33, testemunha ocular dos fatos.

O motociclista parou em frente à igreja, havia crianças brincando na calçada. Ele pediu que chamassem "o Xexéu". As crianças não sabiam que João Marcelo tinha esse apelido. Decidiram contar a Eliane - que conhecia todo mundo na igreja. E de fato ela sabia quem era Xexéu.

Eliane contou à Polícia que João Marcelo tinha um passado sujo, mas desde que se converteu havia abandonado o mundo do crime. Pelo menos é o que ela sabe.

"Quais são suas últimas palavras?" A frieza do assassino perde para a firme determinação de João Marcelo. Ante a morte certa, ele profere o perdão.

O homem que matou João Marcelo vestia regata branca, bermudão, tinha estatura média, forte, com barriga aparente.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também