Jogador é detido na Arábia Saudita por mostrar tatuagem de Jesus

Jogador é detido na Arábia Saudita por mostrar tatuagem de Jesus

Atualizado: Terça-feira, 11 Outubro de 2011 as 3:26

O jogador colombiano Juan Pablo Pino foi detido na Arábia Saudita por ter uma imagem de Jesus Cristo tatuada no braço, ele estava passeando com sua esposa em um shopping na capital Riad com uma camiseta sem manga.

Quando os sauditas viram que ele carregava uma imagem religiosa em seu corpo começaram a insultá-lo e chamaram a polícia moral.

Pino, que joga no time Al Nasr, ficou detido até a chegada do delegado da corporação. Para ele os torcedores de equipes adversárias exploraram o episódio para prejudicar seu time.

O clube não comentou o caso, mas o jogador manifestou “profunda tristeza” pelo que houve e afirmou respeitar as leis do país. Ele disse, inclusive, que até comprou uma roupa muçulmana para sua mulher “para que ela saia de maneira respeitosa” e possa se vestir com vestimentas típicas como a abaya, túnica negra que cobre desde a cabeça até os pés das mulheres.

Segundo informações divulgadas por jornais locais, a esposa do jogador está preocupada com a situação e até pediu para que seu marido deixe a equipe e saia do país.

O problema não está só no símbolo religioso, pois as leis sauditas proíbem tatuagens. Em entrevista à Agência Efe, o xeque Mohammed Nayimi, um dos clérigos mais respeitados do país, disse que os jogadores contratados têm que respeitar estas regras e escondê-las.

No ano passado outro jogador causou polemica por causa de sua tatuagem, o romeno Mirel Radoi, que jogava no Al Hilal, beijou a tatuagem de uma cruz em seu braço após marcar um gol, o que provocou uma reação de descontentamento popular.

veja também