John Piper: "Cristãos devem dizer não à maconha"

John Piper: "Cristãos devem dizer não à maconha"

Atualizado: Segunda-feira, 20 Janeiro de 2014 as 6:59

John Piper: "Cristãos devem dizer não à maconha"Um assunto que geralmente se coloca como polêmico no âmbito social foi abordado pelo renomado teólogo norte-americano, John Piper: o uso da maconha e seus malefícios.
 
Ao falar sobre as consequências do uso do entorpecente, o pastor destacou comparações feitas entre os efeito da maconha e da cafeína, mostrando que tais substâncias agem de maneiras opostas, "com a cafeína aguçando a percepção da realidade circundante, enquanto a maconha 'prejudica este mesmo processo".
 
Prosseguindo com a análise, Piper destacou que o raciocínio do ser humano a memória a curto prazo - essencial para o raciocínio do ser humano - se decompõe com as alucinações geradas pela cannabis, com um abalo significativo da função cerebral.
 
Os dados indicados por Piper são geralmente contestados por ativistas que se posicionam a favor da legalização do entorpecente. Alguns estados norta-americanos, como Colorado e Washington já permite o uso da droga para "uso recreativo".
 
Porém o pastor buscou também embasamento bíblico para convencer os cristãos sobre a gravidade do uso da maconha. Lembrando a primeira carta do apóstolo Paulo aos Coríntios, Piper destaca primeiramente que o corpo é templo do Espírito Santo e deve ser bem cuidado.
 
"Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus", relata 1 Coríntios 6:19-20.
 
Já em um segundo ponto do mesmo livro, o teólogo salientou que a lucidez é essencial para o conhecimento da verdade divina, amando e discernindo Sua vontade.
 
"Irmãos, não sejais meninos no entendimento, mas sede meninos na malícia, e adultos no entendimento (1 Coríntios 14:20)", citou.
 
Com informações do ChristianPost

veja também