Jordânia volta a exportar água do lugar de batismo de Jesus

Jordânia volta a exportar água do lugar de batismo de Jesus

Atualizado: Quarta-feira, 11 Agosto de 2010 as 3:52

A Jordânia voltou a exportar água proveniente do local onde Jesus Cristo foi batizado, no leste do rio Jordão, um século depois de esta exportação ter sido suspensa, informou esta terça-feira um dirigente jordano.

O presidente do organismo governamental "Baptism Site" (Sítio do Batismo), Dai Madani, disse que "as empresas jordanas cumpriram com os requisitos para engarrafar e empacotar a água consagrada".

Madani acrescentou que, "por razões econômicas, a atividade deste negócio esteve limitada ao mercado interno, mas agora está a orientar-se para o mercado internacional, graças às alianças com empresas estrangeiras".

O responsável jordano sublinhou que passaram mais de 100 anos desde que há registo de vendas de água consagrada do Jordão ao estrangeiro.

"Temos imagens de arquivo, datadas de 1906, que mostram como se enchiam barris de madeira com a água do rio Jordão e se exportavam para os Estados Unidos (EUA) e a Europa, onde a água era utilizada para dar banho às crianças", acrescentou.

Com a derrota dos otomanos, que tinham o controle do Jordão, e de outras zonas do Médio Oriente, o lugar do batismo de Cristo foi declarado zona militar e cancelada a exploração da água, antes do início da I Guerra Mundial (1914-1918).

Madani disse que a exportação de água já começou, destinada a EUA, Europa, México, Canadá e alguns países africanos.

Antes de serem exportadas, as garrafas são inspecionadas pelas autoridades jordanas e autorizadas pelas igrejas católica e grega.

O lugar do batismo, localizado a 50 quilômetros a oeste de Amã, é o lugar onde Jesus foi batizado por João Batista.

Em 2009, o papa Bento XVI deslocou-se a este lugar, durante a sua visita a locais de culto na Jordânia, Israel e Territórios Palestinianos.

Fonte : SIC / NC

Postado por Juliana Simioni

veja também