José Serra acredita que manifestação de igrejas em campanha eleitoral é legítima

José Serra defende atuação de igrejas em campanha eleitoral

Atualizado: Domingo, 6 Maio de 2012 as 11:15

Manifestação de igrejas em campanhas eleitorais é um assunto polêmico que divide opiniões.

O assunto voltou à tona agora porque José Serra (PSDB) afirmou que tal manifestação é legítima.

"(Se) a pessoa tem uma religião e quer discutir princípios, é legítimo que o faça. Não são os candidatos que fazem a agenda. Quem faz a agenda são as pessoas", disse ele, segundo o IG. "Nós devemos respeitar e dar a elas o direito de se manifestar. Do contrário, seria autoritarismo."

Serra é pré-canditado à prefeitura de São Paulo e seu comentário não agradou alguns colegas políticos, principalmente do PT.

Edinho Silva, do PT, disse que a religião não pode ir para o embate político porque é muito perigoso. “Religião é de foro íntimo e pessoal. Trazer uma questão tão subjetiva, eu penso que é um retrocesso democrático", acrescentou.

A preocupação do PT é que aconteça algo como a polêmica do aborto na última eleição, na qual a presidenta Dilma foi muito criticada por evangélicos. O partido vermelho acredita que José Serra tenha instigado os votos dos evangélicos contra Dilma.

Outro fator preocupante é a associação de Fernando Haddad ao 'kit gay' nas escolas.

Mas José Serra defenda a manifestação das igrejas como defesa de valores.


com informações do The Christian Post

veja também