Jovem afastada volta para a igreja graças a convite pelo Facebook

Jovem afastada volta para a igreja graças a convite pelo Facebook

Atualizado: Quarta-feira, 28 Setembro de 2011 as 9:16

Pesquisa recente divulgada pelo Ibope revela que o Brasil tem quase 60 milhões de internautas, um aumento de 23 % em relação ao ano de 2010. Com tantas pessoas navegando, as redes sociais tornaram-se um extenso mar no qual os participantes podem “pescar” diversos peixes. Essa metáfora diz respeito ao fato de que por meio das redes é possível conhecer novas pessoas, reencontrar velhos amigos, vender, comprar, ofertar, anunciar, desabafar, noticiar, enfim, uma única postagem pode chegar ao conhecimento de milhões de pessoas.

Apesar da maioria dos usuários se conectarem com boas intenções, ainda é grande o número dos que usam a rede para o mal. De acordo com a consultora em relacionamentos Erica Queiroz, há golpistas que se registram nos sites e se aproximam de suas vítimas com atitudes tão cuidadosas e bem elaboradas, que até as pessoas mais esclarecidas podem ser prejudicadas. “Existem golpistas que querem algo rápido (dinheiro rápido, estupro, roubo de utensílios/equipamentos domésticos) e há aqueles que querem instalar-se na vida do próximo e, de preferência, na casa das pessoas. Os golpistas geralmente não falam muito de si e só querem saber detalhes da vida da potencial vítima. Além disso, não apresentam amigos nem familiares a você”, alerta.

Porém, há um grupo que além de usar os sites para fins pessoais, faz uso dele para ajudar espiritualmente os que sofrem. O próprio Arca Universal também está atuante nas redes sociais com contas oficiais no Facebook (http://www.facebook.com/ArcaUniversal) e também no Twitter (@arcauniversal), com atualizações diárias de notícias, mensagens edificantes, fotos e vídeos, com um único objetivo, ganhar almas para o Senhor Jesus.

Um dos exemplos de quem soube aproveitar os benefícios espirituais da rede é o da jovem Lenina Martins, de 23 anos. Ela conta que cresceu em um lar confortável, porém totalmente conturbado, repleto de brigas, onde presenciou diversas vezes a mãe sendo expulsa de casa pelo próprio pai.  Com isso, se tornou uma pessoa nervosa, inclusive  tentou cortar os pulsos e ingerir veneno, mas uma voz suave e ao mesmo tempo forte dizia que a amava.  

Lenina conheceu a Igreja Universal do Reino de Deus de Del Castilho, no Rio de Janeiro, aos 18 anos. Logo foi  acolhida no grupo de jovens e começou a se lançar cada vez mais nos propósitos. Até que começou a priorizar a companhia dos amigos da faculdade e, embora  estivesse dentro de um ambiente de fé, nunca havia tido uma experiência com Deus, motivo pelo qual acabou se afastando de Jesus.

Certo dia, o obreiro Alexandre (foto) a envagelizou pelo Facebook convidando-a a retornar a fé. Ela agarrou aquela oportunidade como se fosse a única na vida dela e se entregou ao Deus que sempre esteve ao lado dela.

“Muitos pensam que estão salvos, porém, para alcançar a salvação é necessário abandonar a prática do pecado e buscar um verdadeiro encontro com Deus, não se importando em ter ou manter algum cargo na igreja, simplesmente por orgulho. Hoje, eu tenho a plena convicção da paz, alegria, enfim, a certeza que Deus é comigo, algo que nunca tive, mesmo estando sempre na igreja”, comemora a jovem.

veja também