Jovens atacam faculdade bíblica e ameaçam o líder da equipe

Jovens atacam faculdade bíblica e ameaçam o líder da equipe

Atualizado: Quarta-feira, 2 Fevereiro de 2011 as 11:20

O que começou como uma brincadeira na preparação do festival religioso local em Assam, Índia, tornou-se um ataque violento este mês, resultando na destruição da propriedade da ONG Gospel for Asia (Evangelho para a Ásia, GFA, em inglês), que mantém a faculdade bíblica, e em uma ameaça de morte contra um dos membros da faculdade.

Na preparação para o festival da colheita, jovens desse estado nordestino indiano têm uma tradição: manter fogueiras acesas durante toda a noite, acompanhadas de canções e danças, além de furtos de galinhas, vegetais e lenha de povoados locais.  Eles também vão de porta em porta coletando dinheiro para o festival.

Tomando uma posição Como o festival celebra uma tradicional adoração divina naquele povoado, os líderes da faculdade bíblica gentilmente se negaram a fazer qualquer doação, quando os jovens vieram à escola.

Movidos pela raiva, esses jovens começaram a exigir dinheiro e reagiram com violência, quando não havia ninguém por perto. Uma multidão de aproximadamente 100 pessoas, armadas com machados e facas, atacou a escola, derrubando as cercas, cortando os cabos elétricos e destruindo uma parede da capela da faculdade.

Eles também ameaçaram matar Darvin Paswan, o coordenador de treinamento da escola, caso ele tentasse parar o alvoroço. Quando alguns dos estudantes da faculdade bíblica tentaram intervir, os líderes da multidão ameaçaram-nos também.

Necessidade de Oração A calma voltou, mas a escola está pedindo orações: primeiro, por aqueles que os atacaram; segundo, para que esse incidente não aconteça novamente; e, por último, que consigam fundos para reparar os danos causados no ataque.  “Este terrível evento é somente uma indicação de que o inimigo quer muito prejudicar nosso ministério”, disse o Presidente da GFA, K. P. Yohannan. “Mas certamente não é o único exemplo”.

“No mesmo dia, recebemos um relatório sobre o ataque à faculdade bíblica e notícias de que anticristãos radicais, em outro estado, estão ameaçando bater no Pastor Ajuna Etty. “Seu crime? A comunidade do Pastor Ajuna cresceu para 75 crentes e ele está compartilhando o Evangelho em 10 vilas dos arredores! Isso mostra que aqueles que se opõem ao Evangelho recorrerão a qualquer coisa para impedir outros de conhecer sobre o maravilhoso amor de Deus.

 “Verdadeiramente este é um tempo de orar”, declara o pastor.

veja também