Jovens promovem eventos com o objetivo de salvar vidas

Jovens promovem eventos com o objetivo de salvar vidas

Atualizado: Segunda-feira, 28 Fevereiro de 2011 as 10:42

Na estação mais quente do ano, o verão, muitas pessoas deixam a vida corrida do dia a dia para viajar e divertir-se com os familiares e amigos. Praia, sol e mar são os locais mais visitados na estação calorosa.

Pensando nisso, o grupo Força Jovem do estado do Rio Grande do Norte, promoveu no último domingo (20), em Natal, na Praia do Forte- um dos principais pontos turísticos da região-, o 1º Acústico Força Jovem Verão, que reuniu centenas de pessoas de todas as idades (foto ao lado).

Logo no início, o coordenador do grupo no estado, pastor Antônio Caldas, abençoou o local orando por todos. Ao longo do evento, os jovens participaram de gincanas e, ao som de canções de fé, levaram mensagens de esperança aos participantes. Uma das integrantes do grupo, a estudante, Naktaliane Thaíse, de 18 anos, acredita que o objetivo do encontro foi alcançado. “Um evento com este é muito importante, pois podemos nos divertir na presença de Deus e anunciar a Salvação aos que sofrem”, relata.Santa Catarina

Já em Florianópolis (SC), recentemente, os jovens reuniram-se na Catedral, para buscar o fortalecimento espiritual.

Durante o encontro, que foi ministrado pelo pastor Anderson Samir, responsável do trabalho evangelístico com os jovens no estado, orações foram feitas proporcionando um novo começo de vida aos milhares presentes.

Além dos clamores, os participantes acompanharam o depoimento de Fábio Ferreira, que relatou a todos a experiência dramática vivida longe de Deus (foto abaixo). "Em uma madrugada de domingo, eu capotei o meu carro e fui lançado para o lado de fora. No local, estava muito escuro e meus colegas perguntavam uns pelos outros. Quando eles me encontraram, eu não sentia as minhas pernas, nem meus braços e estava sem ar”, lembra. Encaminhado ao hospital mais próximo, foi realizado uma tomografia computadorizada de emergência, diagnosticando que ele estava tetraplégico. “Na época, eu tinha 30 anos, era surfista, fazia halterofilismo - esporte cujo objetivo é levantar a maior quantidade de peso possível -, tinha meu próprio negócio, carro, enfim, estava no auge, porém havia me esquecido do Deus que tinha me tirado das drogas, do álcool e da prostituição", relatou.

Após o testemunho de Fábio, mais de 100 jovens decidiram entregar-se a Jesus, batizando-se nas águas e firmando um compromisso de segui-Lo, independente do que aconteça.    

veja também