Jovens se mobilizam para alertar a população sobre a Dengue

Jovens se mobilizam para alertar a população sobre a Dengue

Atualizado: Sexta-feira, 10 Dezembro de 2010 as 8:24

Com o tema “Unidos somos mais fortes”, jovens do Força Jovem do Rio de Janeiro, da equipe Uniforça Rio, visitaram, recentemente, a cidade de Angra dos Reis (RJ) (foto ao lado), para ajudar na campanha “Rio contra a Dengue”, promovida pelo Governo do estado.

Antes de saírem às ruas, os voluntários receberam um treinamento dos agentes de saúde os preparando para conscientizar a população sobre a importância da união no combate à proliferação do mosquito causador da doença

Abriram as palestras os representantes da Diretoria de Vigilância Ambiental da FUSAR (Fundação de Saúde de Angra dos Reis), Michele Máximo e Maria Cecília Mendonça, que fizeram questão de destacar a importância da ação. “O trabalho de prevenção é extremamente importante e a sociedade precisa entender que o combate à Dengue é um problema de todos”, destaca.

Alexandre Marcos Lacerda, da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, elogiou a mobilização realizada pelo grupo. “A população angrense sofreu com um surto de da doença em 2008, levando a região ao ranking dos municípios com o maior número de vítimas no Rio de Janeiro, por isso a importância desta ação”, comenta.

O coordenador do projeto Uniforça Angra, Giliarde da Cruz, falou do papel do grupo que acabava de se formar. “A implantação do Uniforça Angra é uma oportunidade de fortalecer o Força Jovem Angrense”, conclui.

Após as palestras, a equipe saiu às ruas, no trabalho de conscientização da população, passando por escolas, áreas comerciais e pontos turísticos.

Minas Gerais

A mobilização aconteceu também em Belo Horizonte (MG), onde jovens do projeto Se Liga 16, visitaram o bairro São Bernardo, região metropolitana da capital mineira. Eles alertaram os moradores sobre os cuidados de manter as casas limpas, evitando locais de água parada como: pneus, garrafas vazias ou lixo, onde o mosquito transmissor da doença pode se desenvolver.

Para a voluntária Laísa Xavier, é gratificante ver a participação das pessoas. "A Dengue é uma doença grave e pode até matar, é muito bom ver que muitos moradores aceitaram se juntar a nós nesse mutirão de limpeza", declara.

Como Laísa, outras dezenas de jovens voluntários participaram do movimento. Eles aproveitaram para levar a Palavra de Deus às pessoas que perderam tudo em uma enchente que atingiu o bairro, recentemente. De acordo com o pastor Rogério Silva, organizador da ação, ato como esses permitem que o conforto espiritual seja levado até as famílias, pois “levando as mensagens divinas, essas pessoas passam a ter esperança novamente”.

Ao final do mutirão, foram sorteados um aparelho DVD e uma câmera digital aos moradores do bairro.

veja também